quarta-feira, 4 de julho de 2012

"FELIZES POR BEM AMAR!"

Alegre, cantava, um passarinho,
com o biquinho as penas ordenando, 
estava, ele, pousado num raminho, 
cruel caçador se aproximando.
Na verdejante paisagem florida,
no caminho se vem, desviando,
calado e manso, partiu de madrugada,
para lá continua a caminhar,
percorrida distância sem fim,
pretendendo o passarinho engaiolar
denunciada a sua aproximação, 
por uma borboleta, que passava a voar.
Nascidas no campo ou no jardim,
lindas, pousadas nas flores elas estão,
se falassem diriam sim,
a quem o seu perfume dar,
sem dúvidas, e com certeza,
que não se iriam enganar.
Flores, perfume e beleza,
amores felizes por bem amar.
(Eduardo Maria Nunes)
Simone MartinS2 diz:
" Eu sou a borboleta que pousava
por sobre as flores...Avisei o tal passarinho
a chegada dos caçadores...Natureza em polvorosa,
em alarde anunciou e todas as flores deste jardim,
se armaram de muito amor e por fim, conquistaram
o coração do caçador, que envergonhado, partiu dali
com o perfume das rosas encantado...O passarinho a
borboleta agradeceu e todos juntos numa linda melodia
terminaram...Unidos numa mesma sintonia...Passarinho,
flores e borboleta, agora sempre unidos, enfeitam e cuidam
da Mãe Natureza, com o auxilio é claro, do querido jardineiro!"
http://modosuavedeescrever.blogspot.pt/
Felisberto Júnior diz:
Se eu fosse como os passarinhos que vivem a cantar
Mostraria aos homens o quanto vale a Liberdade,
uma vida sem rancor e ódio
Cantaria com alegria e lindas Melodias de amor.
http://felisjunior.blogspot.pt/
Sônia Amorim diz"
"O que vale a vida se não puder voar?
Se forem presos pra que cantar?
São livres criaturas a explorar
a natureza em seu fascínio. e encantar...
quisera ser um passarinho no céu a passear,
cantando as mais belas canções para alegrar
a quem ainda consegue entender, que os
pássaros foram feitos para livre voar.
http://escritorauniversoparalelo.blogspot.pt/
Simone Prado diz
Pobre passarinho sem perceber estava a cantar,
mas o perigo que o cercava estava no ar,
Com a linda borboleta a lhe avisar voou bem longe
rapidinho pra não se deixar pegar.
Caçador cansado a outro jardim procurar,
o que lhe seria presa fácil pra matar. Sem coração
são esses homens, na natureza destruir, por simples
maldade procuram a quem matar. Mas esse passarinho
 esperto foi e não se deixou abater, na natureza
 também se tem amigos como essa borboleta ser.
http://monsoresprado.blogspot.pt/

30 comentários:

  1. Linda e doce poesia!!Adorei! abração,chica

    ResponderEliminar
  2. Olá Edu!!
    Saudades!
    Não posso ficar sem vc
    no meu blog!!
    Lindo poema!!
    Excelente dia amado amigo.
    Soninha.

    ResponderEliminar
  3. Meu bom amigo Eduardo continuas nos brindar com lindos versos emotivos e musicais para amenizar esses tempos ásperos.
    Um abração.

    ResponderEliminar
  4. Canta passarinho canta
    Ouve a amiga borboleta...


    Beijo Eduardo
    Boa quarta feira :)

    ResponderEliminar
  5. passarinhos,adoro a liberdade deles!
    bjs

    ResponderEliminar
  6. Boa noite Edu!

    "Eu sou a borboleta que pousava por sobre as flores...Avisei o tal passarinho a chegada dos caçadores...Natureza em polvorosa, em alrde anunciou e todas as flores deste jardim, se armaram de muito amor e por fim, conquistaram o coração do caçador, que envergonhado, partiu dali com o perfume das rosas encantado...O passarinho a borboleta agradeceu e todos juntos numa linda melodia terminaram...Unidos numa mesma sintonia...Passarinho, flores e borboleta, agora sempre unidos, enfeitam e cuidam da Mãe Natureza, com o auxilio é claro, do querido jardineiro!"
    Me empolguei...rsrs...Abraços

    ResponderEliminar
  7. Boa noite meu indiozinho !
    Esse passarinho deve ser um pássaro sem mácula e distribuidor de amor...por isso deposito nele todo meu carinho estima e cuidado.
    E prá vc deixo meu beijo de boa noite !

    ResponderEliminar
  8. Olá!Boa noite!
    lindos versos
    Se eu fosse como os passarinhos que vivem a cantar
    Mostraria aos homens o quanto vale a Liberdade, uma vida sem rancor e ódio
    Cantaria com alegria e lindas Melodias de amor...
    Obrigado pela visita!
    Boa sexta feira!
    Abraços

    ResponderEliminar
  9. Fiquei muito feliz que esta história teve um final feliz, pelas mãos de Simone Martin :)

    Bem haja Eduardo por manter as flores tão bem cuidadas!!

    Boa sexta e um fim de semana repleto de perfumes floridos :)

    Um beijo
    Sónia

    ResponderEliminar
  10. Amei amigão, um lindo dia e um abraço bem apertado

    ResponderEliminar
  11. Voltei pra agradecer o carinho!Só agora consegui colocar.Obrigadão!! abraços,chica e tudo de bom...

    ResponderEliminar
  12. Boa tarde querido amigo!
    Agradecida pelos seus comentários... Que lindo poema tem as melodias, ainda mais lindo se torna, vindo de um passarinho.
    Doce beijo!

    ResponderEliminar
  13. Esse passarinho é doador de muito amor. Belíssima a tua mensagem poética.
    Abração.

    ResponderEliminar
  14. A natureza é do maislindo que existe.
    Acrescentei a tua poesia ao post da 'amizade blogosférica?. Não resisti, és muito especial.
    Obrigado, amigo.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  15. Borboleta e pássaro,
    Em conjunto voam;
    Liberdade é lábaro;
    Voos que às asas soam.

    Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  16. "O que vale a vida se não puder voar?
    Se forem presos, pra que cantar?
    São livres criaturas a explorar a natureza em seu fascínio, e encantar...
    quisera ser um passarinho no céu a passear, cantando as mais belas canções para alegrar a quem ainda consegue entender que os pássaros foram feitos para livre voar."

    Bom dia amigo, bj

    ResponderEliminar
  17. Que possamos desejar realmente a cada dia conhecermos o novo em nossa vida. Sem medo sermos como os pássaros, passarmos pelas fronteiras, sem passarmos peloas limites.
    Tenha um abençoado fim-de-semana.Abraços!

    ResponderEliminar
  18. Um poema tão belo como o é ver um passarinho voar em liberdade.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  19. OI EDU!
    FOI UM ANJO QUE AVISOU AO PASSARINHO,
    QUE CARREGAVA NO BICO UM RAMINHO.
    PARA ALIMENTAR OS FILHOTINHOS,
    QUE O ESPERAVAM EM SEU NINHO...
    ADOREI, NÃO RESISTI E FIZ UM VERSINHO TAMBÉM.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderEliminar
  20. Saudosa também estava querido Eduardo... os desencontros acontecem para que possamos sorrir no encontro... E amanhã nos encontraremos de novo, pois estarei reabrindo as portas do Ostra da Poesia e gostaria muito de te vê por lá.. topas?... Um doce beijo no coração!

    ResponderEliminar
  21. Boa noite meu indiozinho querido!
    Passando para desejar uma noite de paz !!!!!
    bjssssssssssssss

    ResponderEliminar
  22. Oi Eduardo
    Um lindo poema. A suavidade e o encantamento dos seus versos é bálsamo para o coração. Deixemos livres os seres da natureza pois ninguém merece perder a liberdade.
    Amigo peço desculpas pela minha ausência mas estava ocupadíssima com os afazeres da festa na escola. Estou voltando devagarinho para saborear seus maravilhosos poemas e as belas interações dos amigos.
    Saudades da sua presença no meu cantinho.
    Um beijinho com carinho
    Gracita

    ResponderEliminar
  23. Céu e lua...Mar e sol...Borboletas e flores...Duetos que a gente extrai da alma, igual ao seu Passarinho que também virou Poesia... Beijos meu querido.

    ResponderEliminar
  24. Belo poema nada pior que viver preso, o interessante que como o pássaro muitos nem se dão conta das grades que os circundam.

    ResponderEliminar
  25. Que poesia maravilhosa!
    Estou aqui lendo e visualizando as cenas...Quanta beleza e encantamento. Parabéns!
    Abraços! Uma semana abençoada e feliz pra ti.

    ResponderEliminar
  26. Passarinhoa, borboletas...
    Que bom seria podermos voar.
    Também gosto dos voos ems onhos, mas não deve ser amesma coisa.
    Um beijo, amigo!

    ResponderEliminar
  27. Olá!Boa noite!
    Novamente muito bom a interação e integração!Obrigado pela gentileza!
    ...vim agradecer a visita!
    Boa semana!
    Abraços

    ResponderEliminar
  28. Pobre passarinho sem perceber estava a cantar, mas o perigo que o cercava estava no ar. Com a linda borboleta a lhe avisar voou bem longe rapidinho pra não se deixar pegar. Caçador cansado foi a outro jardim procurar, o que lhe seria presa fácil pra matar. Sem coração são esses homens, na natureza destruir, por simples maldade procuram a quem matar. Mas esse passarinho esperto foi e não se deixou abater, na natureza também se tem amigos como essa borboleta ser.

    ResponderEliminar
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar

Oferecido por Cristi@ne

Image and video hosting by TinyPic"

Oferta de Sandra Veneziani

Image and video hosting by TinyPic"