sábado, 7 de setembro de 2013

"NADA DISTO INVENTEI"

Da cama me levantei!..
Nela não me fui sentar
Na bacia a cara lavei
Fui para o campo trabalhar!

Na terra molhada encontrei
O que não imaginava
Quando à noite para casa voltei
Tudo no seu lugar, ainda, estava!

No campo...vida sadia
À chuva, ao frio e ao calor
 Trabalho árduo, todo o dia
Saúde e paz ausenta a dor!

Com amor se trabalha a terra
Homens sem abrigo e sem sorte
Sem poder fugir da morte
Contrariado fui para a guerra!

As mágoas não se esquecem
Porque ainda as não afastei
São coisas que acontecem
Nada disto inventei!

Porque gosto das coisas belas
Numa noite bem dormida
Porque me acompanham elas
Para o resto da minha vida!
(Eduardo Maria Nunes)

18 comentários:

  1. Oi Eduardo,
    Nunca trabalhei o campo e nem pus a mão na terra, deve ser bom!
    Na sua poesia você foi ao campo e na guerra também foi?
    Bom final de semana
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  2. Caro Eduardo

    Aqui só para nós, logo aos dezassete anos, era bastante difícil, eu ser batido no trabalho do campo. Como sempre pensei não ter nascido para trabalhar no campo, aproveitei a Guerra Colonial (Angola), a minha mobilização obrigatória, para me libertar. Dediquei-me às letras e hoje, sou um verdadeiro desenraizado da terra, onde servi cerca de duzentos patrões.
    E esta hein?
    Um grande abraço de amizade

    ResponderEliminar
  3. Linda poesia, nada inventado, tudo vivido! abração,chica

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde

    Poema maravilhoso, quadras fantásticas, em arte de bem versejar

    Tomo a liberdade de desejar um fim de semana muito feliz, onde a Saúde, a Paz e o amor, estejam presentes
    ************************
    Querendo, visite(m)
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. El trabajo en el Campo nos hace más puro y más cómplices con todo lo que nos rodea.
    Después se dan contratiempos como esas guerras que quedan marcadas en nuestras entrañas.
    Precioso Poema lleno de encanto y de nostalgias y angustias.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  6. Adoraria acordar e ter um campo pra eu trabalhar, amo a natureza, a terra, é tudo de bom, meu querido amigo, que bom que vc nao me esqueceu, sinto falta de estar aqui, mas ando meio pra baixo, to ate fazendo tratamento, vou melhorar, estou escrevendo, mas nao publico, pois meus sentimentos estao muito triste, hei de melhorar, fique com Deus, obrigada pela sua amizade, beijos

    ResponderEliminar
  7. Oi Edú,deve ser difícil,trabalhar no campo.Mas sus mãos agora,trabalham nas lindas poesias.

    bjs e um ótimo final de semana.

    Carmen Lúcia-maymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Olá amigo, duras tarefas a da terra e a da guerra. Qual delas a pior...é sem dúvida a guerra. Lindas quadras que adorei. Um abraço com carinho

    ResponderEliminar
  9. Olá amigo Edu...
    Em tudo que você trabalhou, acredito eu ter grande valor, ainda que algumas vezes foi difícil suportar a dor, você grandes terras desbravou.
    E hoje recordas, escrevendo poesias com louvor...
    O que foi um dia, em seu coração ficou marcado, muito trabalho, muita luta, mas hoje tudo virou na poesia lembranças de sua bravura no passado.

    Amigo agradeço por suas carinhosas visitas!!!

    Beijos de sua amiga Fernanda Oliveira

    ResponderEliminar
  10. Um poema forte e belo, dessa beleza da história vivida que cada um de nós tem para contar. Felicidades! Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  11. Olá Edu! Todo e qualquer trabalho, desde que seja honesto, além de dignificar, enriquece o currículo. Belo poema amigo. Parabéns pela experiência do campo.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  12. Suas postagens são interessantes, esclarecedoras, e de um modo geral irá produzir frutos.
    Continue nesta missão, de espalhar o que de melhor existe: O AMOR!!!

    Deixo um mimo para você que é muito especial!

    Uma chuva de bençãos desça sobre sua casa!  
    _..._ ..._(... (  ...).._
      (_....__..._) _(.. (  ...)
      / (_...._) (_...._..._)\
     // / / / / | \ \ \ \
     / / / / | \ \  \
    / /  /  /  | \  \  \
    ♥ ♥    ♥  ♥ ♥   ♥    ♥ 
    ♥ ♥   ♥   ♥    ♥ ♥ ♥   ♥
    ♥   ♥   ♥  ♥   ♥ ♥
     ´´´, •♥♪♥♪♥♪♥♪♥♥♪♥♪♥♪♥♪♥♪♥•
    ´´´¢/Λ\♥♪♥♥♪♥♥♪♥♪♥♥♪♥♪♥•♥♪♥•
    ´´¢/...\♥♪♥♪♥♥♪♥♪♥♥♪♥♪♥♪♥•♥*
    ´¢/๑۩ ๑.\♥♪♥♪♥♪♥♪♥♪♥♪♥♪♥♪♥•♥*
    ¢/๑۩۞۩. \´♪♥♪♥♪♥♥♪♥♪♥♪♥♪♥♪♥*
    ¨▓¨.♪♥♥♪.▓♥♪♥♪♥♪♥♪♥♪♥♪♥♪♥♪♥•|||
    ¨▓¨.♪♥♥♪.▓¨★★★★★★★★★★★★|||
    ¨▓¨.♪♥♥♪.▓¨★★★★★★★★★★★★|||
    ¨▓¨.♪♥♥♪.▓ ★★★★★★★★★★★★|||
    ¨♥♥======♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
    ¨♥♥======♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

    APDSJC!
    ***Lucy***

    A propósito, caso ainda não esteja seguindo o meu blog deixo aqui o convite:
    Fruto do Espírito

    Minha Fan Page

    ─╔╗╦╔╗╔╗──╦╗╔═──╗╔╔╗╦╔╦╗╔╗─
    ─╚╗║║╦║║──║║╠═──║║║║║─║─╠╣─
    ─╚╝╩╚╝╚╝──╩╝╚═──╚╝╚╝╚═╚─╝╩─

    P.S. Convido a conhecer o blog do irmão J.C.de Araújo Jorge.
    Mensagens atuais, algumas polêmicas, porém abençoadoras...
    Acesse e confira:
    Discípulo de Cristo

    ResponderEliminar
  13. Muito lindo querido Edu! Passei minha infância no campo e tenho doces lembranças. Mesmo sendo uma época de trabalho árduo, era tão doce tudo aquilo. Amei o seu regresso ao jardim e com certeza todas as suas flores também gostaram. Grande beijo!

    ResponderEliminar
  14. Obrigada Eduardo pela linda poesia que deixou no meu cantinho.
    Existem pessoas que realmente têm o dom de conjugar as palavras que fluem no momento e se transformam em magia.
    Foi dos poemas mais lindos e sentidos que já li.
    Obrigada amigo pela força.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Lindo Edu! Mil beijinho pra vc. Obrigada por estar no meu cantinho e sempre deixando carinho. Saudade da terra e de meu pai! òtimo domingo.

    ResponderEliminar
  16. Linda poesia Eduardo...obrigada pela partilha que torna um prazer passar por aqui!
    Abraço amigo!
    Maria

    ResponderEliminar
  17. olá ser enantado de luz!Como você está? mais uma linda poesia !parabéns meu amigo querido. Vim te desejar um lindo dia de domingo e que também a próxima semaninha te seja muito alegre e feliz.Amigo eu já estava com saudades de vir aqui.Jesus sempre ao seu lado.Postei uma brincadeirinha no meu magía,vai até lá brincar comigo vai!!!

    ResponderEliminar
  18. Creo que si el traductor no me traiciona, el poema trae recuerdos y remembranzas de las tareas de campo, de situaciones vividas.
    Un trabajo muy digno que nos conecta con la naturaleza.
    Un placer leerte Eduardo, te dejo un fuerte abrazo.
    Bella noche.

    ResponderEliminar

Oferecido por Cristi@ne

Image and video hosting by TinyPic"

Oferta de Sandra Veneziani

Image and video hosting by TinyPic"