segunda-feira, 30 de setembro de 2013

"ESPREITANDO À JANELA"

Encontrei o mote, espreitando à janela!
Por onde andará ela, essa tal de pura sorte.
Com enorme decote, vestia blusa amarela
Ao corpo aconchegada, nos cabelos laçarote
Linda medalha dourada, tinha no peito dela.
Já não sei como fazer, não encontro explicação
A vida é a coisa mais bela, com ela quero viver
 Dela jamais desejarei a separação.
O azeite está dentro do pote
Para temperar a açorda
 Por mais que pense na cousa
Não encontro essa tal de pura sorte!
(Eduardo Maria Nunes)

13 comentários:

  1. Oi Eduardo
    Muito bom! Também não encontrei até agora a tal da pura sorte kkkkk, também não acredito nela! Acredito em trabalho e dedicação.
    Bjos.

    ResponderEliminar
  2. Querido Edu, eu também não a encontrei. Talvez seja porque eu acredite em bênçãos, não em sorte.
    Grande beijo!

    ResponderEliminar
  3. Lindos versos, amigo Eduardo. Muito bonito também a imagem da página.
    Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma ótima semana.

    ResponderEliminar
  4. Oi,Edu!!
    Amado,eu acredito em benção, sorte não!!!rs!
    Deus te abençoe amigo!!
    Bjs no coração e uma noite maravilhosa.
    Soninha.


    * Te aguardo no meu blog(dois anos de blog!!)

    ResponderEliminar
  5. Oi Edu,

    Eu acredito em sorte, pois toda a minha vida é foi uma grande sorte e uma benção de Deus.
    Sorte também foi conhecer você !
    Linda poesia!
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar

  6. Querido padrinho
    Hoje postei um texto meu queria
    muito ver seu comentário,
    pois de vez em quando
    rasgo aquilo,
    que esta dentro do meu coração gritando.
    A minha felicidade é saber a opinião
    de pessoas como você.
    Com longos anos com blog procurei levar paz e muito amor
    costumo também falar do amor de Deus por todos nós.
    Eu passei e paço por momentos graves mais nada
    nesse mundo tira minha alegria e vontade de viver.
    Foi fácil querer bem você sua simplicidade
    com seus comentários tão carinhosos
    acariciando meu coração.
    Tenho um lindo dia abraços , Evanir.
    Eu acredito no amor e de sorte é saber , que existe pessoas amigas como você.
    Seu poemas sempre vão encantar meu coração.

    ResponderEliminar
  7. Nunca é tarde pra achar a pura sorte, não é mesmo meu amigo, que anda sumidinho do meu Cantinho rsrssr até rimou......que essa pura sorte venha ao encontro de todos, deixo um abraço com carinho pra vc
    Bjuss

    └──●► ¸.·*Rita!!

    ResponderEliminar
  8. Como diz um letrista de uma
    musica...
    "Sorte tem quem acredita nela"

    Eu espero a minha sentada na janela, bem de frente pro mar...Vai que ela aparece rs1

    Bjo meu querido, obrigada pelo carinho da visita!

    ResponderEliminar
  9. Meu querido foi pura sorte encontrar vc1! Ela vai aparecer com certeza!
    Beijinhos sortudos...

    ResponderEliminar
  10. Pura sorte é coisa que acontece raramente.

    Beijos e sai da janela pois parece que vem aí chuva.

    Beijos

    ResponderEliminar
  11. Bom dia Amigo Edumanes
    Sempre tao gentil e carinhoso.
    Sim, ando sumida, mas com sdds.
    Pensei que tu não estavas mais
    a postar...Mas voltei e vou te ler
    desde o dia em que por ultimo eu
    comentei...Virei a noite com mais calma, para comentar de fato o que
    vai pela minha alma...Bjos e me espere, voltarei.

    ResponderEliminar
  12. Adorei o poema,Edu.Gosto de ver como escreves no português verdadeiro e original.Sorte é ter vc em meu grupo de amigos.

    E seus comentários são excelentes

    A sorte está dentro de cada um de nós,concorda?

    Beijinhos e obrigada pela visita.

    Ótima quarta


    Dryka


    http://www.suasenossas.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  13. Um pouco de sorte sempre ajuda, mas o azeite puro na açorda marca bem a nossa origem...

    Beijinho amigo.

    ResponderEliminar

Oferecido por Cristi@ne

Image and video hosting by TinyPic"

Oferta de Sandra Veneziani

Image and video hosting by TinyPic"