sexta-feira, 30 de março de 2012

"DESEJO E PRAZER, DE SER MENINA"

No trinco da porta,
louvado seria,
o que dizem pouco importa,
teimosamente, não abria.

Seria perfeita e amorosa,
disso a certeza ninguém teria,
bater, suavemente, na porta,
do outro lado alguém, quem era não sabia.

Ao ver as árvores no monte,
de sede suas folhas ficarem amareladas,
lá muito longe fica o horizonte,
ao acordar tristes madrugadas.

Há luar pelas colinas,
na aldeia tardes soalheiras,
ficam mais belas as meninas,
quando estão namoradeiras.

São como as flores a desabrochar,
recebendo a clorofila,
o desejo as faz sentir e amar
é o prazer quem mais "refila"?

(Eduardo Maria Nunes)
RESPOSTA
Somos flores sim.
Adoramos o acasalamento
do vento e um  beijo
molhado de orvalho.
O mel das abelhas,
adocica nossos lábios.
Enquanto, o calor do sol intenso...
Nos aquece o coração e a alma"!

(Rosa Azul)
http://abuscadia.blogspot.pt/
Sônia Amorim diz:
"Suave e doce um beijo assim,
menina ainda querendo amar...
é doce saber que o amor vem
e de fato está na hora,
deixa a flor desabrochar!"
http://quandoteencontreinempensei.blogspot.pt/
RESPOSTA
Teu doce beijo desatina,
flor do meu jardim...
lindo olhar cristalina
num desabrochar sem fim
  lábios de mel sorriso de menina.

(Eduardo Maria Nunes)
Rosa Azul diz:
Eduardo tu me deixastes encabulada.
Vermelha e rosa choque.
Estou toda ruborizada,
senti como se fosse um toque
de tuas mãos de jardineiro
cuidando da rosa desabrochada.
Mas ao ler me senti honrada,
pois com você uma linda prosa,
brincamos e damos risada.
Guardarei em minha memória
Obrigada!
http://abuscadia.blogspot.p
RESPOSTA
Encabulada  não,
encantada  sim.
 Rosa, flor, em botão,
já fazes parte do meu jardim,
vermelha e perfumada,
viestes de livre vontade,
para junto de mim.
Em busca da liberdade
neste paraíso sem fim!

(Eduardo Maria Nunes)
Ange diz:
Como um botão apareço
Entre ramos e belas flores
Encabulada arrisco, desabrochar, dar uma piscada
Por este jardim desfilo, vaidosa, encantada
Não quero ser só uma flor
Quero ser rosa enamorada!
http://ange-eternaslembrancas.blogspot.pt/
RESPOSTA
Irei com cuidado proceder,
Suas pétalas não machucar
Pelo meu jardim a desfilar
A rosa, enamorada, irei acolher.
Onde poderá, livremente, desabrochar,
Mais uma flor, em meu jardim  receber.

(Eduardo Maria Nunes)
Simone Prado diz:
Desse encanto de magia
quero deleitar-me todos os dias,
já posso ver as flores alegres a bailar
em agradecimento pelo carinho e amor desse agricultor.
Das suas conquistas de rimas e prosas
um belo jardim veio a criar,
tá certo que demos um empurrãozinho
naquilo que já era promessa brilhar.
Bato palma feliz e começo a cantar,
ver seu coração tão lindo conosco se alegrar.
Amizade é isso, juntos podemos comemorar,
o jardim todo em festa e unidos vamos dançar.
http://monsoresprado.blogspot.pt/

quarta-feira, 28 de março de 2012

"DIÁLOGO DO CRAVO E DA ROSA"

Eduardo Maria Nunes diz:
Agora estou virando jardineiro,
para de minhas flores cuidar,
porque elas estão primeiro,
não as posso abandonar.
Simone Prado diz:
Falo da flor mãe que você tem em seu lar.
Eduardo Maria Nunes diz:
Não se preocupa, eu lhe darei razão,
sem motivos para reclamar,
faz sofrer o coração,
e os olhos faz chorar.
A água necessária elas irão ter,
as minhas flores durante o verão,
 dela, muito, precisam para florescer,
e não  murcharem na precisa ocasião.
Simone prado diz:
Mas nó sabemos ser nas boas intenções,
é tipo uma missão,
os corações alegrar.
Eduardo Maria Nunes diz:
Rosas encantadas,
que desencantam corações,
são todas muito engraçadas
felizes vivem de emoções.
Simone Prado diz:
Mulheres rosas têm esses mistérios,
são tão carentes em seus desafetos,
procurando alguém para cuidar delas,
sem querer chegam de mansinho,
umas tímidas apenas pedindo carinho,
outras ousadas, tipo: fatais,
cada uma com seu jeitinho,
algumas bem legais.
Eduardo Maria Nunes diz:
Tu serás uma delas,
que nos dará muito carinho,
também serás das mais belas,
que primeiro chegou em meu cantinho.
Simone Prado diz:
Desse lugar eu não abro mão,
fui eu que cheguei em seu coração,
descobri coisas que nenhuma delas
antes havia visto não,
te dei atenção,
fui bem recebida,
não que me sinta entre elas,
a mais bonita,
mas tenho um lugar de honra disso eu sei,
mas cada uma tem seu valor,
não sou pretensiosa,
e nem me acho a melhor flor.
Eduardo Maria Nunes diz:
Se eu te disser que sim,
você não poderá dizer que não,
foi a primeira em habitar no meu jardim,
ainda rosa em botão.
Simone Prado diz:
Quando cheguei,
lá outra rosa encontrei,
aquela que desde o principio lá estava,
a rosa mãe,
aquela que está em sua casa,
rosa majestosa,
cheia de glamour
a ela todo o meu respeito,
a ela dou o melhor apreço,
e também o meu amor.
Eduardo Maria Nunes diz:
Sou cravo para mais velha flor,
para rosa ainda em botão, não
saber respeitar o amor,
e não fazer sofrer o coração,
para  uma  jovem flor,
cravo mais novo merecer,
dando-lhe mais calor,
para a rosa florescer.
Simone Prado diz:
Do cravo não estou a procurar,
já tenho o jasmim para me alegrar,
somente mora distante,
em um outro jardim,
preciso de uma (mão)
pra trazer ele pra mim.
Eduardo Maria Nunes diz:
Você tenta disfarçar,
mas é do cravo que precisa,
para o seu perfume cheirar,
e no rosto sentir sua brisa.
Simone Prado diz:
nossa, cheiro de cravo não aguentaria não,
faria enjoar, meu pobre coração,
cravo me lembra daqueles que partem,
e da partida ainda não quero pensar,
pois estou bem viva,
pra novamente amar.
Eduardo Maria Nunes diz:
Isso diz você agora,
porque melhor cheiro não há,
quando chegar a hora,
junta ao cravo, a rosa ficará.
Simone Prado diz:
O cravo fala bem seguro,
sabe o que diz,
sua experiência de vida,
não deixo de perceber,
a ti me curvo em respeito,
sabe melhor do que eu,
o que eu mereço,
não vou mais questionar,
se é do cravo que preciso,
você sabe o que falar,
desse diálogo continuo,
que merece não acabar,
parece você um menino,
somente pra me encantar,
JÁ VI QUE NÃO CONSEGUIMOS CESSAR
É UM DOM QUE PAIRA NO AR,
afinidade temos para dialogar,
agradeço a Deus por sua vida,
por me alegrar.
Eduardo Maria Nunes diz:
A rosa com seus espinhos tentava o cravo picar,
na roseira bem florida, muito apetitosa,
o cravo sempre ao lado da rosa estar,
o "jardineiro", a encontrou, ainda, tão viçosa,
que em seu jardim a quer plantar.
http://monsoresprado.blogspot.pt/
GRAÇA DIZ:
Logo de princípio,
Para não estranhar,
Pois não vá pensar!
Lá por ter aceite namoro
e por ter nome pomposo.
Que vai brincar comigo!
Para ser meu namorado
Tem que ser bem educado!
E me dar sempre muito amor
Para o namoro durar.
http://ideiasdaga.blogspot.pt/
Eduardo Maria Nunes, responde!
Tudo tem princípio,
para poder continuar,
não me empurre para o precipício,
antes do namoro oficializar.
Bem educado eu ser,
por isso não me deve condenar,
sem antes me conhecer,
para comigo namorar,
porque posso não ser,
quem você está a pensar.

segunda-feira, 26 de março de 2012

QUEM SOU EU? A ROSA QUE O MUNDO ESQUECEU.

Você me dá uma rosa,
eu te trago a esperança,
os sonhos vividos de criança,
a alegria que nunca te deixou.

Você me dá uma rosa,
seja ela qual cor for,
eu te dou OS FRUTOS,
de tudo que plantou.

Você me dá uma rosa,
eu te trouxe a amizade,
sonhamos juntos,
vivemos a verdade,
desse mundo encantador.

Você  me dá uma rosa,
como símbolo de união,
me trouxe outra visão,
de luta, de garra, de gratidão.

Você me deu você,
inteiro, sem reservas,
transparente, em forma de gente,
sente minha falta quando estou ausente.

E eu o que te dei?
eu te dei a rosa,
que estava perdida em meu jardim.
Dei o tudo, o meu perfume,
a minha cor, minha textura macia,
até meus espinhos eu te dei,
você não recusou.

QUEM SOU EU?
EU ERA A ROSA QUE O MUNDO ESQUECEU.

(Simone Prado)
"RESPOSTA"
Eu te darei uma rosa,
Você me dará sua graça tanta,
tanto em versos como em prosa,
a maneira como escreve me encanta.

Eu te darei uma rosa,
gosto muito do encarnado,
sua beleza virtuosa,
por ela fui enfeitiçado.

Eu te darei uma rosa,
em troca do teu carinho.
uma estrela luminosa,
sempre, iluminará o teu caminho.

Eu te darei uma rosa,
em troca da tua amizade,
por ser muito valiosa, 
 sempre te direi a verdade.

Irei, inteiro com certeza,
a rosa perdida procurar,
seus espinhos têm beleza,
seu perfume quero cheirar.

A rosa que eu te darei,
os espinhos irei tirar,
quando me deres os frutos, direi
  que são da árvore que plantei no teu pomar.
(Eduardo Maria Nunes)
"ROSA AZUL"
"Sim eu sou a rosa azul,
que viera visitar o teu jardim.
Cheguei perfumada e desabrochada.
Ao encontrar tantas outras rosas,
me senti um pouco tímida.
Mas como vim sem meus espinhos.
logo outras rosas me aceitaram.
Agora, sou rosa azul,  nova em teu jardim
e peço ao jardineiro que cuide bem de mim"...
(Simone MartinS2)
http://abuscadia.blogspot.pt/
"EU SOU O JARDINEIRO"
Rosa Azul sê bem vinda,
para te receber, de braços abertos estou aqui.
Tua cor ser tão linda,
mais uma linda flor em meu jardim recebi,
teu perfume por todas as outras rosas se espalhou.
Sou o "jardineiro", cuidarei bem de ti,
o destino o quis assim,
são das mais lindas que já vi
as flores do meu jardim.
(Eduardo Maria Nunes)

sábado, 24 de março de 2012

DA PLANTA NASCE A FLOR.

Da semente nasce a planta,
que na terra é semeada,
da planta nasce a flor,
dum encontro nasce amizade,
da amizade nasce o amor.
No rosto alegria,
coberto de felicidade,
olhos sem lágrimas,
nos lábios sorriso se via,
sem sofrimentos nem mágoas.
Beleza e simpatia,
ausentes desgostos e dor,
sem razão para queixume.
Da planta nasce a flor,
no jardim ou no campo tão linda florida,
exalando suspiros de perfume,
onde poderá ser encontrada,
de pétalas não despida,
por nunca ter sido desfolhada.

(Eduardo Maria Nunes)

quarta-feira, 21 de março de 2012

"FEITO MENINA"

"Eu levo a vida assim,
sonhando feito menina,
apreciando tudo em mim,
eu levo os sonhos a realidade,
eu faço as minhas vontades,
eu desejo o que meu coração almeja,
mesmo que seja,
um pedacinho do céu...
Eu levo  vida plantando,
que fazem florir o mais lindo jasmim,
eu levo comigo a saudade,
da felicidade que um dia senti,
e me recordo cada detalhe, 
pra juntar um pouco de tudo,
pra hoje ser feliz de verdade.
Eu levo a vida desenhando meu caminho,
rabiscando uns versinhos,
pra encontrar minha paz,
e na madrugada fria,
eu me lembro do dia,
que decidi mudar minha vida,
pra ser realmente feliz.
Hoje é o dia!
Aproveite-o para ser feliz"

(Sônia Amorim)
http://estrelasemversos.blogspot.pt/
(RESPOSTA)
Força e vontade para vencer,
uma heróica lutadora,
corre ao encontro da felicidade,
tentando mágoas do passado esquecer.
Do amor e amizade portadora,
que muito tem para dar e receber,
nos sonhos de menina continua a pensar.
No que pensa fazer é capaz,
pela ilusão não se deixa enfraquecer,
sua atitude, muito a admiro de verdade,
acredita que jamais infeliz poderá ser...
Honesta, de elegante personalidade,
por pequenos jardins começar,
a flor certa colher.
Um cravo vermelho se calhar,
que seus lindos olhos poderão ver,
e junto ao seu coração poder morar,
outro lugar melhor não ter,
quando o seu perfume cheirar,
um sorriso nos lábios aparecer,
dos olhos lágrimas de alegria correr,
para seu cravo vermelho regar.
Para que nunca deixe de florir,
sua paz e alegria ir embora não deixar,
e assim será para sempre feliz a sorrir.

Chegou a Primavera, trazendo alegria
O verde às folhas trouxe, fazendo renascer a floresta
Junto vem a poesia, trás flores com ela
Imaginava o poeta, quando seus versos escrevia.

(Eduardo Maria Nunes)

terça-feira, 20 de março de 2012

"DE POETA DISFARÇADO"?

Puto e pé descalço, caçava pássaros com a esparrela.
Camponês, assim, foi crescendo, bebia a água do regato
e lá no campo aprendendo. Comia papas e açorda na tigela.
Sempre muito contrariado, mas, toda a gente respeitar,
por não querer lá ficar, mas tendo sido obrigado e enganado,
em rima as verdades vai dizendo, triste, de noite e de dia a chorar.

Por ter sido conturbada, e ser tão bela a natureza,
Não pretendendo alguém convencer, de poeta disfarçado,
mal educado não ser, mas sim pela rima apaixonado
sua infância recordando, ainda, sente alguma tristeza.

 Estrela brilhante, entre o Céu e as nuvens escondida,
ao romper da madrugada, mais um dia, mais uma incerteza,
no pensamento continuava, talvez, uma esperança perdida?

(Eduardo Maria Nunes)

segunda-feira, 19 de março de 2012

"SOFRER PARA NÃO MAGOAR"

Com um sorriso nos lábios
e no rosto humilde afeição,
recordações do passado, desgostos sofridos
que deixaram magoado o coração,
lindos olhos castanhos a condizer
tenta e não consegue disfarçar
da insegurança entristecer.
Continua a sofrer para não magoar,
pensamentos, desencanto e saudades
dos felizes momentos vividos.
Paixão, ilusão ou falsidades,
que deixaram dois corações divididos!
de amor e sofrimento magoados
que teimam continuar...
Aos sentimentos tão arreigados,
no presente e o futuro irão ficar,
nos corações de quem o amor
por ser mais forte continua a mandar,
na esperança de ser o heróico vencedor.

(Eduardo Maria Nunes)
(RESPOSTA)
Pergunto-me SE ISSO É VIVER,
renunciar minhas vontades
para o outro não sofrer
sendo isso já um sofrimento
que queria não viver.
Dos sonhos deixados no chão
de lembranças que já nem tem sentido,
já não choro por um passado que restou,
só espero um novo amor,
que rompa com as barreiras do tempo
mas ao mesmo tempo se tem o medo de viver.
Aquele que muito caiu na estrada de pedras e cascalhos,
sente medo de os passos em falsos oscilar,
terra chamado coração,
não sabemos como pisar.
Mas se de tudo não conseguir num futuro o amor viver,
já terei tido lucro pois sem o amor não irei morrer.
Amor é o que está em mim e ninguém poderá me conter,
se pro amor eu vim nascer.

(Simone Prado)
http://monsoresprado.blogspot.pt/ 

sábado, 17 de março de 2012

"UMA LÁGRIMA"

Nas folhas verdes, gotas de orvalho
alegres campos, verdes arvoredos,
uma lágrima no canto do olho,
caminhando por atalhos rochedos
lembranças de um sofrido desgosto!
  Tristeza transporta no rosto
caminhando para o campo vai
deitar a semente à terra
quando a chuva não cai.
Com uma lágrima a rega
a planta que da semente nasceu
dela nasce uma linda flor.
Regada com a lágrima caída, na terra 
da dor sofrida, de um perdido amor
saber sim com as palavras brincar,
ser mais fácil, do que poder alguém afastar
do sofrimento, que lhe causa tanta dor
lágrima caída, dor sofrida
 flor que rima com amor.

(Eduardo Maria Nunes)
(RESPOSTA)
Desse cenário vivido
embora tenha sofrido
tu retrataste tão bem
da semente plantada,
das lágrimas derramadas,
até dos desgostos.
Fico a pensar,
que sensibilidade é essa ao captar,
a dor de uma flor
que embora passou deixou marcas no ar.
Sob essa flor, parece, estudou,
percorreu seus passos
retratou seus cansaços  e seu amargor.
Fizeste dela um imagem,
linda flor em seu regaço,
onde suas pétalas derramou.
Mas como a semente não volta vazia,
vejo que em seu peito
essa flor cativou
um jardim bem florido
que mesmo na tristeza
seu coração alegrou.

(Simone Prado)
http://monsoresprado.blogspot.pt/

sexta-feira, 16 de março de 2012

O PERFUME DA FLOR

"Poeta que descobre em versos um jeito de
despistar a dor, que sabe escrever na areia e
cobrir o mar com seu frescor,
poeta que exala o perfume da flor
que brinca com palavras bonitas que, arradia amor!
Eu, você, nós...o poeta que brinca com rimas e revela ...o
sentimento que faz nossa vida mais bela!
Amor, amor, amor"
http://estrelasemversos.blogspot.com/
(Sônia Amorim)
(RESPOSTA)
Despistar não será
iludir pode magoar o coração
toda a gente encontrará
no amor, sua paixão.
Brincar com as palavras sim
com o sentimento das pessoas não
na areia do mar sem fim
no jardim o perfume da flor
na imaginação do poeta sim
 com inspiração escreve,
em verso, lindos poemas de amor

(Eduardo Maria Nunes)

quarta-feira, 14 de março de 2012

"DIA DO POETA"

Hoje é o dia do poeta
Escrever lindos poemas, eu, gostaria
Qual será o dia de quem protesta
Escrevendo as verdades em poesia.

No deserto pregando
Sem poder fugir da morte
De tanto sofrimento chorando
Homens do mundo sem sorte.

Em defesa da natureza e da terra
Num melhor futuro pensando
Não queremos mais guerra
Todos contra ela lutando.

(Eduardo Maria Nunes)

terça-feira, 13 de março de 2012

"A ROSA VIROU GENTE"

Caminhando na areia, 
descalça olhando o mar em sua magnitude,
sentindo o vai e vem das ondas a tocar,
como seria possível uma Rosa andar?
Saí do jardim a procurar um outro lugar para pensar.
Mas a Rosa pensa? Sei, lá! Não deveria não, 
deveria só encontrar os corações.
Mas sou Rosa diferente, em algum momento virei gente de tanto amar.
Mas com essa graça, tive um dissabor, assim também sinto dor.
Se tivesse ficado no jardim encantado esperando pra ser colhida,
pelas mãos mais bonitas, não teria virado gente.
Mas vim a procurar, aquele que diz me amar,
achei que ele podia também nas areias da praia está a caminhar,
Querendo trocar o verde do jardim pelo azul do mar.
Pensei: Ele vai está lá, ele sabe que pra meu sonho se realizar
andarás comigo ao luar de mãos dadas e minha boca beijar.
Numa doce magia de amar.
Mas aqui também ele não está. Será que virou anjo a voar?
Ou simplesmente partiu, para não voltar.
Onde estará meu amor, passarinho bateu asas e voou.
Tomara que não esteja doente, ou o anjo virou também gente e
no mar veio se afogar.
Voltarei para o meu jardim, Rosa não foi feita para andar na areia,
poderá ela virar sereia e parar no fundo do mar?
Talvez o anjo virou tubarão, nadou para outros mares
a encontrar outro coração.
(Simone Prado)
http://monsoresprado.blogspot.com/
"RESPOSTA"
Junto ao mar, na areia serena
caminhava descalça
a Rosa que virou gente.
Quando alguém por ela passava
sorrindo ficava feliz e contente.
Procurando mais calor, saio do jardim,
ficou tão linda assim diferente.
Pensei que se dirigia para mim,
quando olhei já a não vi,
fiquei tão triste, onde estará a Rosa encantada?
Será que caminhou para outro lugar, e me deixou aqui
talvez no jardim possa ser encontrada.
Ou será que voltou para a areia,
caminhando descalça junto ao mar.
  Pensando estar transformada numa sereia
 na esperança do seu anjo encontrar,
ou será que ele virou tubarão e
nadou para as profundezas do mar.
Esperando por sua sereia a ele se juntar.
(Eduardo Maria Nunes)

segunda-feira, 12 de março de 2012

BEM ME QUER MAL ME QUER

Bem me quer mal me quer
Onde estará meu amor?
Talvez em algum bosque perdido
Procurando uma saída
Pra encontrar sua flor.

Bem me que mal me quer
Qual será o seu nome
Seu rosto
Seu gosto
Seu perfume
Será um Carvalho
Ou um Jasmim?
ou  outra flor do jardim?

De uma a uma 
Lá se vai meu bem querer
Esperando que algum dia 
Lá esteja você
Bem me quer mal me quer
Onde te encontrar?
Estarei eu perdida
Somente por te esperar.
(Simone Prado?
http://monsoresprado.blogspot.com/

"RESPOSTA"
Bem me quer mal me quer
Nessa florida terra
Leda, fresca e serena
Quem te pudesse pegar
Nascido de uma sente tua beleza
Tua mãe a natureza
Com ela irás continuar.

Bem me quer mal me quer
Não te podem destruir
Procura encontrar um jardim
Onde e em liberdade possas florir.

Custa muito de o dizer
Para quê mais o esperar
Seu perfume acabou
 Suas folhas estão a secar.

Como, assim, o compreender
Um bem me quer mal me quer
Que, antes, foi tão florido
Que o seu perfume veio trazer
Vindo de um bosque perdido.

(Eduardo Maria Nunes)

AS FLORES DESSE JARDIM

Você é capaz de ser um grande rapaz na poesia,
e na vida dessas flores que te seguem
você jogou confetes nos versos dessas meninas,
que começando ainda,
rabiscam letras enfeitadas de poesias,
você é menino,
com coração gigante,
que abraça, acaricia e beija,
que seus versos nunca tenham fim,
que cada amanhecer ele apareça mais florido,
com cheirinho a hortelã,
para alegrar sempre essas flores,
que em você acredita,
que são flores infinitas,
com suave e doce perfume da manhã.
(Sônia Amorim)
http://estrelasemversos.blogspot.com/
"NÃO PODE FICAR SEM RESPOSTA"?
Esse  rapaz, sua imaginação
de fato ele existe e deseja a paz.
Em seu coração,
e no coração de toda a gente.
Por não entender, confesso
 a razão do meu modo de escrever
penso tanto não merecer
todavia, seus elogios muito agradeço
poema, sua inteligente opinião.
Você também é uma flor,
que em lindo jardim merece viver,
feliz para sempre com o seu amor.
(Eduardo Maria Nunes)

domingo, 11 de março de 2012

NO CAMPO

No campo agricultor
na urbe de jardineiro aprendiz,
para colher, delicada, flor
na primavera lá no prado
a olhar para ela ser feliz.
Dálias, Rosas, Violetas, Margaridas...
tratar delas com cuidado,
são tão lindas floridas
machucá-las ser pecado.
Protegê-las da tempestade,
do frio e do calor
e regá-las com regularidade
ter jeito e saber
como não deixar secar uma flor.

(Eduardo Maria Nunes)

sábado, 10 de março de 2012

A FLOR !

A flor é símbolo
ela diz tudo
ela é sorriso
renova certezas 
devolve alegrias

A flor é presença
anima amores
forma amizades
ocupa lugar de quem parte
atrai olhares

A flor é lembrança
traz pureza de criança
expressão de sorrisos
compartilha vontades
gera existência
Severa Cabral (escritora)
"GUARDAREI ESTA FLOR"
Nascida da natureza,
no campo ou no jardim
trazia perfume e beleza,
Severa, mandou para mim.

Já tenho lugar para ela,
onde a irei guardar
por ser tão linda e tão bela
Esta flor não pode murchar.

Ficará em seguro lugar,
junto do meu coração
para sempre, ela olhar,
flor de minha estimação.

(Eduardo Maria Nunes)

sexta-feira, 9 de março de 2012

"FLOR NÃO RECEBIDA"

Aquela flor que imaginei te dar,
Não chegou à tua mão
Porque não te posso magoar
Proibido, não é não
Mas, existe outra razão...
Que um dia te irei revelar
Não posso e não te quero  magoar.
Sou teu amigo e quero ter tua amizade
Tenta por favor compreender
Aconteça o que acontecer
Não te posso amar
Mas não te quero esquecer
(Eduardo Maria Nunes)

"RESPOSTA DO BLOG EU TE DOU UMA FLOR"
Palavras infinitas,
do que desejaste em teu coração,
ilusão perdida de uma emoção.
Dos rumos que percorremos
na estrada da vida,
guardamos no peito vontades,
que não são cumpridas.
Num futuro talvez não distante,
se recorde de como foi antes,
da alegria vivida.
A vida nos leva a rumos que não sonhamos,
e nos coloca por seu devido curso em posições
que não desejamos.
Algumas vezes nos deixamos ficar,
para um coração não se magoar,
e vamos deixando as águas nos levar,
como um barco a navegar,
para no fim da vida em alguma terra ancorar,
e nos braços eternos descansar.
(Simone Prado)
http://monsoresprado.blogspot.com/


PALAVRAS INFINITAS.
Quem as escreveu e pronunciou
suavemente, tão bonitas
PALAVRAS ESCRITAS,
que muito gostei de as ler
como a elas responder?
Quererá saber?
se  é ou não diferente...
Será com toda a gente,
que sente e acredita,
assim como fica, murcha, a flor
do calor, do sol quente.
Coração que ama
mesmo que esteja ausente.

(Eduardo Maria Nunes)

quinta-feira, 8 de março de 2012

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

DIA 8 DE MARÇO DE 2012
DEDICO A TODAS AS MULHERES
 Se,  noutros dias foram esquecidas,
Todas, hoje, estão a ser lembradas
Do homem companheira
Esposa, mãe e avó, todas muito queridas
Por vezes pouco compreendidas
Com amor e carinho sempre amadas
Que sejam todas respeitadas
Que ninguém lhe cause a dor
Física ou moralmente nunca agredidas
Para todas,  eu  desejo esta  flor.

(Eduardo Maria Nunes)

terça-feira, 6 de março de 2012

FLOR SOLITÁRIA

Onde foi que eu andei?
Em algum jardim me escondi,
ouvi grito e gemidos na noite,
andei e andei debaixo de açoites.

Onde foi que andei?
Na ânsia das descobertas,
procurando por portas abertas,
precisei pular janelas,
descalça andei.

Nos dias ensolarados,
vi a beleza dos jardins,
desejei tantas flores,
algumas colhi.

Teve aquelas que não pude tocar,
seus espinhos chegaram me arranhar.
Algumas até despetalei´
suas cores bonitas eu almejei.

Onde ainda andarei?
Em qual jardim ainda haverei de ir?
Será que algum deles me fará sorrir?
Onde haverei de caminhar?
Serei eu a brilhar?
Ou no vazio da noite me deixarei murchar?
Sou rosa solitária em meu caminhar,
apenas deixo pétalas por onde passar.
(Simone Prado)

RESPOSTA
Flor solitária, eu a procurei,
imaginei passar por esse jardim, mas não a vi,
porque se escondeu de mim, não sei,
Grito e gemidos não ouvi.

Seria grito e gemidos de dor?
Oh! que irada flor gritando?
Suspiros suaves de odor,
desejos de olhar divina flor,
nas pétalas gotas de orvalho figurando.

Como as lágrimas escorrendo pela face de alguém...
que procura algo que não consegue encontrar.
Olhei, fiquei triste porque não vi ninguém,
nem nas pétalas da rosa solitária lá deixar.

Nem nas folhas da roseira onde apanhar a rosa pensei.
Não vira outra como aquela.
Murcha, não sei. Não a  vi mas a imaginei,
espinhos não ter. Só sei que não posso tocar nela.

Ansioso que fiquei no jardim,
horas breves do meu contentamento,
despertei ao ver uma flor, pensando ser ela.
Sorri, mas não era. Fiquei tão triste sim,
será que murcha estará a flor mais bela?

(Eduardo Maria Nunes)

"DE CORAÇÃO PARA CORAÇÃO"

"É flor que se multiplica,
em tantas páginas se agita,
em versos suaves que alguém os dedica...
de coração para coração, 
a vida sem flor não existe não,
dela se brota o cheiro do amor,
da beleza sentida,
de uma vida não diferente,
que aproxima muita gente,
e todos querem esse príncipe,
amigo que recebe flor,
e agradece com doçura,
parece loucura, sei já,
mas a flor de tão sonhado príncipe, 
onde andas esse belo rapaz?
Que no sorriso sincero traz
amor, carinho e paz"
(Sônia Amorim)

segunda-feira, 5 de março de 2012

ARIDEZ

Na terra, flor, ficará
Aonde não te encontro
Esperando clara água
E por mim ficará.
À espera seu perfume exalando
Por quê a razão de tanta mágoa
Do pensamento irrisório
Lágrimas minhas na memória
Mora na flor a magia.
Colher a não posso
Por quem triste espero
Porque sempre sentiria
O desespero no ermo.

Quanto mais eu quero,
Não se deve ter pena
Afastar o tormento fero
Se algo me condena.
Não sentirei mais sentimento
Que minha alma sente
sofrimento tanto
Em mim tristemente.

(Eduardo Maria Nunes)

domingo, 4 de março de 2012

UMA FLOR TE DAREI....

Dou-te uma flor por um amor descolado
Daqueles meio suado
Que no princípio não se vê problemas.
Dou-te uma flor
Pra um sonho talvez perdido
Que eu ainda não tenha sofrido
E que me dá prazer.
Dou-te uma flor pra tudo que preciso esquecer.

Uma flor te darei e de ti ganharei!
O beijo mais suave em forma de amor.
Dou-te uma flor se não me disser mentiras,
Nem me prometer coisas que não pode cumprir.
Dou-te uma flor se não prometer nunca partir.

Dou-te uma flor se mesmo em meio a tristeza e alegrias
viver em harmonia sem deixar de sorrir.
Uma flor te darei.
Se não guardar de mim suas palavras,
Deixando-me só nas madrugadas e sozinha me sentir.
Sim, uma flor te darei,
Esquecendo que um dia chorei,
Sem ter você pra mim.
Uma flor te darei...

(Simone Prado)

"RECEBI A SUA FLOR"
Sua flor vou guardar
Para sempre junto do meu coração
Fica comigo a morar
O resto de minha vida e, na mesma habitação

Mesmo não me prometendo
Que deixará de amar
Um e outro sofrendo.
Até a morte os separar

Esta é a mais linda flor
Outra igual nunca vi
Como prova de amor
Sua flor recebi.

(Eduardo Maria Nunes)

sábado, 3 de março de 2012

FRASES

Foi você quem escreveu, as frases que eu li
Seus conselhos, os irei seguir
Neles, de sua sinceridade me apercebi
Quando alguém abandonado se sentir
Por causa de outras amizades
ou  do ciúme que não pervi
Sofrendo, em silêncio e sem queixume
Com lealdade intenção, sempre, agi
Não creio que sejam falsidades
Dando apenas a entender
Mesmo não sendo costume
Magoar, esse alguém, sem querer

(Eduardo Maria Nunes)

sexta-feira, 2 de março de 2012

FAMA

Com amor corpo e alma 
no alto do firmamento
escrevo meu poema.
com cores de sentimento
e conto de seriema.
Nos patamares do momento
fico batendo palma
cheia de discernimento
e ainda tenho fama
nos braços argumento
dizendo que é de quem ama.

Severa Cabral (escritora)

quinta-feira, 1 de março de 2012

PEDAÇOS DE EMOÇÕES!

"Aqui deixo um pedaço de mim,
pedaço este que não me faz falta pois tenho sobrando,
 pedaços de amor que com o tempo foi aumentando,
pedaços de colo para segurar a quem eu amo,
pedaços de sorrisos,
 para alegrar a quem estiver chegando,
pedaços de fantasia para  quem a vida anda judiando,
pedaços de sonhos,
 para aqueles que ainda dormindo estão,
e que na manhã ao despertar possa
encarar a real beleza da sua caminhada. . .
e para mim? Nada!!
Pra mim, sobra ainda um pedacinho,
que com amizade, sempre regrada,
com amor aqui multiplica,
com as caminhadas de gente tão amada!"

(Sônia Amorim)

AMIZADE E PERFUME.

O vento, suave, soprava
Perfume e amizade trazia
Vindo de outras flores inalava
 antes do romper do dia
Amizades  perfumadas
Vindas na brisa do pensamento
Chegaram de  madrugada
Traziam  nos lábios sorridentes
e em seus rostos paz e alegria
Gente simpática e bem formada
Obrigado a todos pela vossa simpatia.

(Eduardo Maria Nunes)

Oferecido por Cristi@ne

Image and video hosting by TinyPic"

Oferta de Sandra Veneziani

Image and video hosting by TinyPic"