terça-feira, 20 de novembro de 2012

"O GAROTO!"

C O N T I N U A C Ã O

O garoto foi enganado
para ficar onde não queria
considerando-se abandonado
triste chorava de noite e de dia.
Na idade escolar,
não frequentou o ensino diurno
tinha que trabalhar
não lhe deram oportunidade
para o ensino de dia frequentar
oriundo da sacrificada saciedade
vitima da, infantil, exploração
o garoto triste vivia.
De uma cepa fez um pião
chorava mais do que sorria
obra da sua imaginação
aos seus amigos ele dizia...
O pião tinha um bico
na parte inferior
de madeira construído
na parte superior
tinha uma carapinha.
Da miséria sofredor
cama para dormir não tinha
colchão de palha no corredor
no chão, duro, de cimento.
Sonhava com a liberdade
de um feliz acontecimento
tinha muito vontade
de aprender a ler e escrever
encontrou a solução
para a escola de noite a correr
foi assim que aprendeu a lição,
proibida a exploração infantil
determinado pela revolução
dos cravos, em Abril!
(Eduardo Maria Nunes)

13 comentários:

  1. Poxa vida, eu senti na pele um pouco desse garoto. Também venho de uma família de retirantes e o meu colchão era de palha. Brinquedos não havia, a não ser as vaquinhas feitas de frutas: Mangas, goiabas, etc... Adorava a época do cultivo dos milharais, pois só então eu tinha as mais lindas bonecas. Com seus maravilhosos cabelos loiros, ruivos, pretos... Uma infância não tão doce, mas cheia de intensidade.
    Tenha uma tarde abençoada, beijos!

    ResponderEliminar
  2. Que lindo! Adorei essa continuação! abração,chica

    ResponderEliminar
  3. Olá... agradeço a visita e as palavras de carinho!
    Ótima Quarta feira!
    abração!

    ResponderEliminar
  4. Oi Eduardo
    Lindo e triste poema, mas pelo ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), a criança nem pode trabalhar hoje em dia, na minha época eu comecei com onze anos, e sou feliz hoje, tá certo que sou bipolar kkkkkkk, mas tirando isso, tenho uma família feliz. O pior é ver as crianças pedindo esmolas nos faróis da vida, isso é mais triste ainda ou roubando, vi isso hoje mesmo, um menino de quase da idade do meu filho, com treze anos, foi pego roubando. Trabalhar não pode, daí eles roubam, é muito pior. Me desculpe, falei demais.
    Bjos. Fique com Deus!
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Essa realidade por muitos foi vivida, retratando a verdade de uma vida sofrida. Saem oportunidades pra aprender tinha que trabalhar pra de fome não morrer. Oh vida oprimida, trocar seu pião talvez por um instrumento de trabalho, depois na idade adulta a lembrar, das horas perdidas ao invés de brincar. Dos sonhos ainda criança perdidos, trazendo no rosto as marcas vividas e levando lembranças por toda a vida.

    ResponderEliminar
  6. E ainda hoje há tanta exploração... Abraços.

    ResponderEliminar
  7. Belas passagens desse garoto...abraços de bom dia pra ti amigo..

    ResponderEliminar
  8. Mi querido Eduardo, tu letras son el retrato de la situación que muchos chicos sufren a diario.
    Produce un poco de indignación ver que tan pequeños deban pasar por esas penurias... te dejo un fuerte abrazo,es un placer leerte!

    ResponderEliminar
  9. Boa noite...Eduardo querido!

    Te envio meu mais doce abraço...
    um carinho aqui do Brasil...
    no teu coração romantico.

    te adoro
    vera portella

    ResponderEliminar
  10. Querido amigo!
    Uma poesia escrita com o coração,
    retratando uma triste realidade.
    Você é formidável!
    Abraços e tudo de bom pra ti.

    ResponderEliminar
  11. Eu revivi os tempos da ditadura...

    que parecem tão perto de novo...
    Maravilhosa escrita, a tua.
    Obrigada

    ResponderEliminar
  12. Um belo dia pra ti meu amigo...abraços fraternos...

    ResponderEliminar
  13. Meu querido !!!
    Agora vendo que tudo foi real,vejo que quase todas as historias de uma criança do passado tem seus relevantes naufrágios ...eu fico na sensibilidade votada...
    bjsssssssssssssssssss

    ResponderEliminar

Oferecido por Cristi@ne

Image and video hosting by TinyPic"

Oferta de Sandra Veneziani

Image and video hosting by TinyPic"