terça-feira, 10 de novembro de 2015

"NOUTRO JARDIM"

Perguntei a rosa despetalada!
quem foi que, assim, a despetalou
disse, foi aquela vida desgraçada
no jardim abandonada me deixou.

Perguntei, e o jardineiro deixou?
Respondeu, foi ele que fugiu com ela
o perfume das minhas pétalas levou
para o dar a uma rosa amarela.

 Desgostosa me deixou a chorar,
nunca mais quis voltar para mim
talvez, outra rosa para desfolhar
tenha encontrado noutro jardim?
(Edumanes)

22 comentários:

  1. E a rosa ficou chorando no jardim por ser despetalada e abandonada.
    Lindo Eduardo.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Lindo poema!!!!!!!!!!! Ótimo dia!!!!!!!! Abraços

    ResponderEliminar
  3. Quem sabe encontrou mesmo outro jardim :) ! Bela poesia amigo Eduardo!
    Bjs e um fantástico dia para si!
    Maria

    ResponderEliminar
  4. No meu jardim uma rosa hei-de encontrar
    Que tenha um belo perfume para te enviar
    Peço que a regues para ela não murchar
    Pois assim não a iremos abandonar
    :)
    Um Abraço

    ResponderEliminar
  5. Sempre muito inspirado. LInda poesia!
    Um abraço.
    Élys.

    ResponderEliminar
  6. Soneto-acróstico
    À triste rosa

    Jogada, abandonada e tristonha
    Ávida para contar aquela história
    Nervosa até pejada de vergonha,
    O que não tem ganho nem glória

    Uma rosa que não é flor bisonha
    Tratada como fosse mera escória
    Recorda, lembra, também sonha
    O que fora bom, agora é memória.

    Já perdeu seu perfume, embora
    Ainda tenha colorido este jardim
    Rosa triste é só a flor que chora.

    Diz que não vai continuar assim
    Infeliz e desprezada que é agora
    Melhor deixar vida chegar ao fim.

    ResponderEliminar
  7. Não tem outro remédio,
    o que tem principio tem fim
    no mundo para uns há privilégio
    para outros o mesmo mundo é ruim.

    Essa rosa ficou assim,
    porque alguém a desfolhou
    talvez não pensando sim
    de que sem querer a magoou.

    ResponderEliminar
  8. Oiii querido amigo Edu!! Saudades!

    Amei ler-te... jardineiro querido!

    Beijos em seu coração!

    ResponderEliminar
  9. Amigo amo a sua visita linda mensagem, tenha uma semana abençoada.
    Novo Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=06avCiMDYGA
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  10. Olá Edu querido... Um lindo e triste poema!! Impiedosas são as mãos que despetala uma rosa e lhe rouba o perfume... Obrigado pela generosidade da sua sua presença e palavras de carinho sempre. Todos nós passamos por momentos nebulosos... É reconfortante saber que existe pessoas especiais e com sensibilidade bastante para se inteirar das nossas dores. Bjos mil nessa sua alma linda!! Doce noite...

    ResponderEliminar
  11. Oi Eduardo
    Coitadinha da rosa, a despetalaram e roubaram o seu perfume, mas vou pegar as pétalas para coloca nos meus livros, é melhor ficar sequinha no livro do que gente a pisoteando.
    Beijos no coração
    Minicontista

    ResponderEliminar
  12. A saudade trouxe-me aqui de novo...
    Encontrei-o em novo jardim.
    É muito bom te ler...Amo!
    Abraços e uma linda semana pra ti!

    ResponderEliminar
  13. Olá amigo Edumanes!

    Quem deixou a rosa despetalada,
    Não sabia o mal que estava a fazer,
    Porque uma linda rosa perfumada,
    Nunca se deve colher,
    E sim, deixá-la viver!

    Muito lindo o seu poema. E obrigada pela sua visita e presença no meu cantinho e pelos lindos versos que me presentei-a sempre.
    Amigo Edumanes continuação de uma boa semana.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. presenteia* (correcção do erro no meu comentário)

      Eliminar
  14. Singela homenagem a Natureza e seus encantos!!!
    abraços carinhosos meus.

    ResponderEliminar
  15. Meu amigo passei para desejar um bom fim de semana e deixar um abraço.
    Maria

    ResponderEliminar
  16. Linda homenagem à natureza. Desculpe ausencia aqui e até em meu esquecido Blog. Problemas de doença na família me afastaram.Bom final de semana.

    ResponderEliminar
  17. Como tu entendes bem as flores...

    Beijinhos com saudades.

    ResponderEliminar
  18. Boa noite, Eduardo. Quantas rosas são despetaladas sem dó, tristes ficam sem entender os porquês que fugidios nos entristecem.
    Linda poesia!
    Tenha um fim de semana de paz.
    Beijos na alma!

    http://divasdapoesianaturalmente.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar

Oferecido por Cristi@ne

Image and video hosting by TinyPic"

Oferta de Sandra Veneziani

Image and video hosting by TinyPic"