quinta-feira, 1 de outubro de 2015

"AO SOL POSTO"

Não encobertos pelo véu!
foi neles que descobri a verdade
nuns lindos olhos da cor do céu
nunca pode haver maldade.

A sorrir de manhã acordei,
ao descobrir a cor dos teus 
com olhos castanhos sonhei
por serem da cor dos meus.

 Foi num dia ao sol posto,
que eu vi a cor da esperança
dizem quem corre por gosto,
acredito, nunca se cansa!
(Edumanes)

11 comentários:

  1. Foi num dia ao sol posto,
    que eu vi a cor da esperança
    Lindíssimo poema,adorei.
    Boa tarde.

    ResponderEliminar
  2. Lindo! Passei para desejar um outubro inspirado!

    ResponderEliminar
  3. Que esse outubro seja renovador nas suas inspiração
    bela poesia obrigado pela visita amei.
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=EgeQXJjUpSQ
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  4. Linda poesia, inspiração vinda pela natureza. Lindo. Um abraço e um final de
    semana maravilhoso.

    ResponderEliminar
  5. Ao sol posto tudo é lindo
    Até um olhar sorrindo
    Olhos azuis ou castanhos
    Tudo é bem vindo
    Um abraço
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  6. Oi Eduardo
    Foi nesse sono do sol que descobriu a cor dos olhos do seu amor.
    Molhados pelas águas do oceano eles ficam até mais brilhantes
    Bom domingo
    Beijos
    minicontista

    ResponderEliminar
  7. Olá Edu,apenas vou deixar uma lembrança que foi feita quando você era meu seguidor.

    Uma poesia feita em:Outubro de 2012.

    Ao poeta Edumanes.
    Encontramos poetas,que ficam do outro lado do Oceano.
    Nossas bandeiras tremulam no ar,como dançarinos ao som de um piano.
    Somos irmãos,falamos o mesmo idioma.
    Não necessitamos de diploma,
    e tão pouco de tradutor.
    Tivemos como regente um grande Imperador,
    que aqui ergueu suas mãos, dizendo ao povo
    que fico e por aqui ele ficou.
    E nesse Brasil,
    com nossas matas,
    rios e cascatas,
    embelezando em esplendor,
    surgiram através das cores,
    deslumbres de passarelas enfeitadas com
    muitas flores.
    Que em sua terra seja igual,
    caro poeta de Portugal.
    Como você pediu,
    aqui vai sem muita maestria,
    a homenagem em poesia.
    Só uma pergunta lhe faço:
    Aqui não consta seu retrato?
    Espero que em um futuro promissor,
    você seja meu seguidor.(novamente)
    Agora me despeço,sabendo que o destinatário,
    irá poetar como sempre o faz,através de seu comentário!

    Perdão por invadir seu espaço.
    Muito lindo seu poema.
    Abraços-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  8. Obrigada pela visita e deixo aqui também para você o livre acesso quando desejar me visitar.
    Bjs Edu e um ótimo final de domingo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  9. E esse menino sempre a rimar...rima com o coração e a vida, cheia de esperança vivida...
    Bjinhos e continuação de boa semana amigo.

    ResponderEliminar

Oferecido por Cristi@ne

Image and video hosting by TinyPic"

Oferta de Sandra Veneziani

Image and video hosting by TinyPic"