segunda-feira, 1 de julho de 2013

"PARALELO AFIADO"

O poeta perdeu a caneta
Não sabe onde deixou o papel
Ao passar numa rua estreita
Tropeçou num cordel...
Foi bater com a cabeça
Num paralelo afiado
Olhou para a natureza
Viu o céu estrelado...
 Não foi com certeza
Imaginação do poeta
Agarrado ao corrimão...
Deixou a janela aberta
Saiu de casa sem destino
Passou a noite na floresta
Belos tempos de menino
Partiu à descoberta
Encontrou num cantinho
O papel e a caneta...
Onde os teria, antes, deixado 
  Se lembrou, ficou contente
Aos pensamentos arreigado
Pela claridade do sol nascente
Assim o poeta terá imaginado
Tudo igual nada diferente
No seu quarto iluminado!..
(Eduardo Maria Nunes)

22 comentários:

  1. Que linda imaginação do poeta que voou à procura de sua caneta. LINDO DEMAIS! abração,chica

    ResponderEliminar
  2. Olá meu querido, como já vistes começou a votação do 8º pena de Ouro em sua primeira fase, não esqueça que eis uma das concorrentes, agita a galera, o Ostra espera por você. Lembro que não podes indicar qual seja tua poesia. Ah! Traga para teu blog o PRÊMIO TROVADOR LÍRICO, um mimo do Ostra para os Construtores de Palavras. Beijos no coração e adorei a poesia!

    ResponderEliminar
  3. Boa tarde amigo poeta!
    A imaginação leva o poeta à uma belíssima construção poética.
    E nesse devaneio o poeta viaja em busca do papel e da caneta para compor estes primorosos versos.
    Linda inspiração.
    Beijos da amiga que lhe estima
    Gracita

    ResponderEliminar
  4. Olá amigo poeta,como todos os poetas,descreveu em palavras o que sente na alma.

    bjs Edú

    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. No seu quarto iluminado
    o poeta, das suas trevas
    purga todos os pecados...

    Um abraço!

    ResponderEliminar
  6. Assim acontece com o poeta...Bela imaginação.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  7. Caro Eduardo

    O poeta perdeu a caneta, mas não o tino e sempre com o seu de menino, fixou o seu destino. Achou a paleta, dirimiu e criou um belo poema.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde Eduardo
    O poeta pode perder os instrumentos mas nunca a inspiração. Belo poema.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  9. Oi poeta
    O poeta bate a cabeça e fica cada dia melhor
    Adorei sua criatividade
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  10. |up| Vindo do C.V.C te desejar um lindo inicio de semana...O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.

    ResponderEliminar

  11. O Amor é complexo, mas é lindo,
    muito lindo! Quando ele .
    Acredite no Tempo, na Amizade,
    na Sabedoria, e principalmente no Amor.
    A verdadeira amizade supõe um pacto de fidelidade,
    uma capacidade de dar sem esperar resposta.
    Em nome desse amor , que estou aqui hoje.
    Um dia especial..especial de verdade.
    O aniversário da minha princesa(Lara)
    por isso venho convidar para uma visita no meu blog.
    Uma semana abençoada e na paz.
    Beijos no coração sua afilhada ,Evanir

    ResponderEliminar
  12. Bonito o teu poema, amigo Eduardo!
    Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma ótima semana.

    ResponderEliminar
  13. Nunca percas tua caneta amigo... rsrs
    Obg pelo carinho da visita!
    Boa noite!
    bjinhos e boa semana!

    Vindo do CVC!

    ResponderEliminar
  14. Que maravilha vc ter encontrado seu papel e sua caneta! Ah amigo que gostoso ler vc! Saber que está tão longe dos meus olhos e tão perto do meu coração. Desejo um dia bem lindo pra vc amigo Edu. Fique com Deus. Beijos

    ResponderEliminar
  15. Adoro quando me visitas com seus lindo comentários, como é bom ser amiga de poeta =)! bjs em seu coração!

    ResponderEliminar
  16. Oi Querido,
    Gosto das suas brincadeiras quando comenta um post meu, parece uma criança desprotegida.kkkk
    Obrigada
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  17. Olá amigo Edu, bela poesia com certeza!
    Amigo nesta tarde te convido para uma legal brincadeira e para você o selinho Viajando na leitura.
    Fique a vontade para participar ou não.

    Beijos de sua amiga Fernanda Oliveira

    ResponderEliminar
  18. Ps;Ah, esqueci de dizer, perdoe-me a demora em visitar-te, é que não andei nada bem...

    ResponderEliminar
  19. Kiidinho..que legal vc pediu a são longuinho para achar sua caneta e seu papel foi kkkkkkkkkkk lindo...vim convidar vc para conhecer um pouco da Bauer..Festa dos Colonos Alemães de minha terrinha...Petrópolis......aparece tem fotos..quem sabe vc anima e sobe a minha serrinha kkkkk para curtir a festa...bitucas feliz semaninha..vim do CVC okokok!!!!!

    ResponderEliminar
  20. Olá meu anjinho lindo, obrigada pela visita, desculpe quase não tenho vindo, falta-me tempo..
    Obrigada pelas belas poesias feitas para mim e meu blog...
    Você faz a diferença com suas lindas poesias...
    Beijinhos azuis de Blue Sapphire

    ResponderEliminar
  21. linda poesia! Estou triste com vc, deixou comentário no meu blog e não seguiu!
    Continuo aguardando a sua visita para me seguir meu querido. Quero muito usufruir de suas rimas lá!
    Beijinhos de amizade...

    ResponderEliminar
  22. Bom dia!!!
    Quando escrevemos com o coração, a alma fica leve, as palavras fluem, a imaginação se desprende e vamos em frente.
    Gosto das palavras mansas, com apelos ou não, gritos de amor, de raiva, de desejo, de fantaias, de realidade plena, pois aqui estamos, neste mundo onde o dia de amanhã uma caixinha de surpresa.
    As vezes recheada de emoções e noutras num vazio e num silêncio gigante.
    Gosto de ler o que escreve, sinto o sentimento em cada letrinha dedilhada e olha que estou há tão pouco tempo por aqui. Mas quando posso, viajo em textos e mensagens que adoro sentir ao ler.
    beijos
    amiga sempre...
    Ritinha

    ResponderEliminar

Oferecido por Cristi@ne

Image and video hosting by TinyPic"

Oferta de Sandra Veneziani

Image and video hosting by TinyPic"