sexta-feira, 12 de outubro de 2012

"ROXO LÍRIO!"

Flagrante contingência 
 triste mágoa, dor e sofrimento
teimosia em permanência
inundando o pensamento.
Magoado o coração
dos olhos caem lágrimas 
se quebram no chão
na terra ficarão sepultadas.
Milhares de milhões terão caído
antes pelas faces correr
tanta dor, tanto coração ferido
tanta gente por amor sofrer.
Fértil terra argilosa 
alicerce forte do amor
na planta clorofila preciosa
para dar as folhas a verde cor.
Iminente paixão despertar
correm claras águas nos rios
na primavera a desabrochar,
no campo os roxos lírios.
Nas terras bravias 
fortes matagais
cantam suas melodias
nos telhados os pardais.
Constroem os seus ninhos
num vai e vem sem parar
nascerão novos passarinhos
depois de seus ovos chocar.
Aprendem a voar
felizes vão partir
p'ro ano irão voltar
novos ninhos construir!
(Eduardo Maria Nunes)
Simone MartinS2 diz:
"Lindos ninhos ião surgir
depois que a chuva de mansinho passar.
Os ovos aninhados sobre as fortes asas
de tuas mães, irão chorar fortes e lindos
 passarinhos irão nascer...E a natureza
se manifestando através dos laços
do amor, carinho e proteção!"
http://modosuavedeescrever.blogspot.pt/
Sônia Amorim diz:
Ninho que acolhe a dor,
que renasce o amor,
onde se aprende a voar.
No coração ferido ainda há de se tirar,
versos floridos para as outras flores alegrar.
Deixe de lado a tristeza, olhe em volta,
tanta beleza, a vida há de de te fazer sorrir.
Vá além da imaginação, cante a canção
dos ventos, busque naquela flor,
o amor que muito bem te faz sentir,
que vida caminha em campos floridos,
onde se é possível viver de sonhos
e deles nunca desistir.
http://escritorauniversoparalelo.blogspot.pt/
Gracita diz:
O coração do poeta está machucado
Ferido e magoado sofre de abandono
As lágrimas caem dos olhos
E como gotinhas de brilhante
Rolam borbulhantes molhando o chão

Por amor o poeta sofre
Envolvido na bruma negra da solidão
O abandono chega de mansinh
E deixa cicatrizes no coração

O coração do poeta é como a terra
sempre prontinho para a fertilização
Basta doarmos uma minúscula parcela de amor
Para ele florescer e se transformar
Qual um lindo lírio roxo
Forte brilhante e vigoroso

E o poeta contempla emocionado
Todas as flores primaveris
E sente no coração a alegria
Do grande amor que ressurgiu.
http://gracitamensagens.blogspot.pt/
Simone Prado diz:
Dos lírios falaste, pelo amor passeaste
para no ninho umedecer .
Talvez tenha todo sentido,  dentro do ser contido
dessas coisas escrever.
Coração é como ninho, que sentimento
chega pequenininho até crescer,
carente de carinho
 como alimento para sobreviver.
http://monsoresprado.blogspot.pt/
Cecília sfalsin diz;
Vim agradecer,
o carinho que recebi,
e deixa por aqui,
uma flor para ti,
e por aqui ficar,
se assim me permitir,
pois em versos te encontrei,
e muito sensível te senti...
http://ciaborboleta.blogspot.pt/

34 comentários:

  1. Oi,Edu!!
    Como sempre,lindo poema!
    Bom final de semana.
    Bjs, Soninha.

    ResponderEliminar
  2. Edu,comovente e maravilhosa sua poesia!Bjs e meu carinho,

    ResponderEliminar
  3. Amores vão e vem, esse poema sem duvida já esta entre os meus preferidos...

    Agradeço e coração toda gentileza que dispensa em seus comentários em meu blog, para votar basta clicar neste link e escolher a forma que deseja participar, votar com seu e-mail, Facebook ou twitter, caso seja e-mail tem que confirmar na caixa de mensagem, fico grata pelo carinho.

    TOPBLOG 2012 http://www.topblog.com.br/2012/index.php?pg=busca&c_b=21169273

    ResponderEliminar
  4. Eduardo

    Deixa dizer que brotou poesia de mestre. Se nos compararmos aos passaritos, fica a lição da simplidade.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. "Lindos ninhos irão surgir
    depois que a chuva de mansinho passar.
    Os ovos aninhados sob as fortes asas de tuas mães, irão chocar fortes e
    lindos passarinhos irão nascer...E a Natureza se manifestando através dos laços do Amor, Carinho e proteção!"
    Abraços e ainda estou sem inspiração, não quer me ajudar? ando sem empolgação tambem...Oh, vida...oh, céus...:)

    ResponderEliminar
  6. Voamos com o coração
    buscando encontrar consolação
    mas consolo não nasce
    em árvore nem plantação.
    Para um coração sem lugar
    voar pode ser solução
    ou solidão.
    Voo livre em busca
    de fazer meu ninho.
    Voo por terras e mares
    de diferentes nações
    deixando em cada um pouco
    do meu ninho,
    e levando comigo
    um pouco do seu ninho.
    Quem sabe um dia não
    voe para Lisboa
    para ver seu ninho.

    Beijos suculentos,
    Anita

    ResponderEliminar
  7. Linda e inspiradíssima página! abração,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  8. Olá, amigo. Lindo! O novo visual todo verde está maravilhoso. Amei o poema! Saudade Edu. andei ausente por motivo de força maior! Desejo um bom fim de semana e todo carinho pra vc. Beijos!

    ResponderEliminar
  9. Lindo poema.... achei lindo!
    beijos e obrigada pela visitinha

    ResponderEliminar
  10. Bom amigo!

    O coração do poeta está machucado
    Ferido e magoado sofre por abandono
    As lágrimas caem dos olhos
    E como gotinhas de brilhante
    Rolam borbulhantes molhando o chão

    Por amor o poeta sofre
    Envolvido na bruma negra da solidão
    O abandono chega de mansinho
    E deixa cicatrizes no coração

    O coração do poeta é como a terra
    Sempre prontinho para a fertilização
    Basta doarmos uma minúscula parcela de amor
    Para ele florescer e se transformar
    Qual um lindo lírio roxo
    Forte brilhante e vigoroso

    E o poeta contempla emocionado
    Todas as flores primaveris
    E sente no coração a alegria
    Do grande amor que ressurgiu


    Beijos com carinho e um ótimo final de semana.
    Gracita

    ResponderEliminar
  11. Ninho que acolhe a dor, que renasce o amor, onde se aprende a voar.
    No coração ferido ainda há de se tirar, versos floridos para as outras flores alegrar.
    Dixe de lado a tristeza, olhe em volta , tanta beleza, a vida há de te fazer sorrir.
    Vá além da imaginação, cante a canção dos ventos, busque naquela flor, o amor que muito bem te faz sentir, que a vida caminha em campos floridos, onde se é possível viver de sonhos e deles nunca desistir.

    BOM DIA AMIGO!
    BeIJOS

    ResponderEliminar
  12. Belíssimo amigo,,,o coração quando fica dolorido nos traz momentos de reflexões,,,de sonhos perdidos,,,de nostalgias,,,e quem sabe um dia,,,até poder voltar a viver tudo outra vez...abraços fraternos de bom sábado...

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde meu amigo Edu, gostei do seu escrito, sempre muito talentoso.

    ''Flagrante contingência
    triste mágoa, dor e sofrimento
    teimosia em permanência
    inundando o pensamento.
    Magoado o coração
    dos olhos caem lágrimas
    se quebram no chão
    na terra ficarão sepultadas.
    Milhares de milhões terão caído
    antes pelas faces correr
    tanta dor, tanto coração ferido
    tanta gente por amor sofrer.''

    Muito linda essa parte. Beijinhos da sua amiga Fernanda Oliveira, hoje meio sem inspiração, chateado coração. Tem jeito não...

    ResponderEliminar
  14. Belíssimo poema. É sempre um prazer descobrir os seus versos.

    ResponderEliminar
  15. Olá!Boa tarde!
    Eduardo!
    Coração magoado...
    Precisa ser curado
    Mas não com remédios,
    São preciso gotas
    De Amor e carinho,
    Para este enfermo
    Chamado "Coração"!
    Obrigado!
    Bom final de semana!
    Abraços

    ResponderEliminar
  16. Olá, Edu
    Aproveito uma folguinha...
    Recortou poemas lindos dos amigos e enriqueceu o nosso dia... obrigado por compartilhar...
    Abraços fraternos de paz

    ResponderEliminar
  17. ·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿
    Bom dia!!!
    Que esse domingo traga só alegrias
    pra vc, com essa bela postagem
    Elogiando e agradecendo sempre a
    sua presença, deixo um abraço
    Bjussss......Com Roxo Lírio...
    Rita!!
    ·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿

    ResponderEliminar
  18. Bom dia amigo Eduardo.
    Um ótimo domingo pra você. Aproveite para ficar juntinho de quem você ama. Meu carinho e meu afeto.
    Beijinhos de algodão doce
    Gracita

    ResponderEliminar
  19. Um belo domingo pra ti meu amigo e uma semana repleta de paz e poesias...abraços...

    ResponderEliminar
  20. O ciclo da vida com dor e alegria. Maravilhoso poema, como sempre!
    beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  21. Sonoridade impecável !
    Da triste mágoa , nasce novos passarinhos , demostrando renascimento e vida . Sua poesia é uma música versificada . Muito bonito !!! DEsejo-lhe que tenhas um final de semana maravilhoso . Abraços !

    ResponderEliminar
  22. Eduardo

    Pot mais crescido com belos poemas presentes. Mais leitura para encantar.
    Abraços de resto de Domingo

    ResponderEliminar
  23. Poeta,que maravilhosa sua poesia!Ficaram demais as interações tb!bjs e boa semana!

    ResponderEliminar
  24. Passando para desejar uma boa semana, e convidar você a participar de uma promoção que esta rolando no blog.
    Beijo, Ângela.

    ResponderEliminar
  25. Dos lírios falaste, pelo amor passeaste para no ninho umedecer. Talvez tenha todo sentido, dentro do ser contido dessas coisas escrever. Coração é como ninho, que sentimento chega pequenininho até crescer, carente de carinho como alimento pra sobreviver.

    ResponderEliminar
  26. Lindo seu poetar!Gostaria de ficar por aquí e pedir licença para seguí-lo.

    Abraços.

    Carmen Lúcia-Brasil.SP.

    ResponderEliminar
  27. Uma bela tarde pra ti meu amigo...abraços fraternos...

    ResponderEliminar
  28. Quando comecei a ler senti uma tristeza imensa.
    O meu amigo Edumanes está bem?
    Valha-nos a promessa de ninhos e novas vidas.

    ResponderEliminar
  29. Olá, amigo Edu!
    Muito obrigada pelo carinho constante!
    Parabéns pelo talento!
    Que Deus o abençoe!
    Abraços,
    Angela

    ResponderEliminar
  30. Vim agradecer,
    o carinho que recebi,
    e deixar por aqui,
    uma flor para ti,
    e por aqui ficar,
    se assim me permitir.
    pois em versos te encontrei ,
    e muito sensível te senti...

    Grande beijo e obrigada pela tua presença em um dos meus blogs..
    volte sempre viu...:)

    ResponderEliminar
  31. Caro Poeta,estou aquí à agradecer!
    Suas prosas e rimas,nos encantam com esplendor!

    Mas espero poder acompanhá-las em meu blog quando,
    você for meu seguidor!

    Um abraço.

    Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
  32. Olá amigo, roxos são os lírios indiferentes ás mágoas e à dor. São lindos, assim como o seu poema. Belíssimas escolhas de poetas que também gosto de ler. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  33. Bom dia meu querido e amado indiozinho !!!!!
    Estava vagando por ai,aproveitando o feriadão que o brasileiro de vez em quando ganha de presente,rsrsrsrsrs,E sabes que aproveito tudo,então estava fora da net,mas sempre ligada nos amigos queridos e,hoje cheia de saudades venho comungar dos teus escritos e vejo que superas a cada novo amanhecer,cada novo dia ...fico feliz por vc ter conseguido grandes poetas para duetar contigo,já que sou um fracasso,rsrsrsrs
    bjs da amiga maruja !!!!!!

    ResponderEliminar

Oferecido por Cristi@ne

Image and video hosting by TinyPic"

Oferta de Sandra Veneziani

Image and video hosting by TinyPic"