segunda-feira, 26 de outubro de 2015

"ROSA PERFUMADA"

Uma rosa perfumada,
 sem nunca olhar aquém
na roseira desabrochada
exala perfume nos loucos
por não ser só de alguém
 o mundo é de todos!

Não se devem atirar,
nunca pedras a ninguém
porque podem se calhar
ferir o coração de alguém.

Quando foi para o bailarico,
só o perfume dela me deixou
apressada, a pensar no namorico,
a rosa por mim não esperou!
(Edumanes)

sábado, 17 de outubro de 2015

"FLOR AMOR-PERFEITO!

Numa longa caminhada,
companheira de felicidade
com você mulher apaixonada
pelos trilhos da liberdade!

 Com versos de amor um poema,
escrevia se você me desse o mote
se eu soubesse que valia a pena
do que não tenho, ter um fartote.

Para lhe dar carinho e amor,
com tudo mais o que merece
queria que você soubesse
tudo, em troca  de uma flor.

Para os seus lindos olhos a olhar,
se fossem esses os seus desejos,
a toda hora com ternura a abraçar
nos seus doces lábios dando beijos!
(Edumanes)

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

"UM GRITO DE AFLIÇÃO"

Depois do fogo morto,
cinzas de uma paixão
ao sentir num joelho,
 uma dor aguda e torta
dei um grito de aflição
dentro do sapato, roto
coloquei o pé em vão.
Faça ou não sentido,
por causa dum desejo
um beijo anda perdido
com uma lágrima morta,
dos olhos caída no chão!
(Edumanes)

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

"DESABROCHANDO"

 Na roseira, perfumada,
desabrochava uma rosa,
com amor de madrugada
sorria a moça charmosa.

Desejando ser abraçada,
esperando o companheiro
na cama com o travesseiro
sonhava a moça deitada.

 Estava ela, tão, apaixonada,
de manhã se levantava cantando
feliz, ela adormecia sonhando
com a cabeça na almofada!

 Assim se sentia feliz e mais bela,
na vida, não há melhor do que a saúde
transparentes como a água no açude
reflectia a luz dos lindos olhos dela!
(Edumanes)

domingo, 4 de outubro de 2015

"DEVER CUMPRIDO"

Quem assim quisera,
para na vida se ser feliz
se quem tem pressa não espera
não sei se esses fizeram como eu fiz.
Porque, já o lá fui meter na racha!
voltei contente para casa a sorrir
porque quem paga a taxa
é que está a contribuir
para quem não trabalha
à vontade, comer e dormir
mesmo assim, ainda, ralha
sem inteligência para evoluir
por não mexer uma palha
deixou no chão um fardo cair
à procura duma mortalha
para embrulhar o tabaco,
quem nas mãos calejadas
dizendo muito obrigado
por ter recebido migalhas.
Digam lá quem terá razão
sem quaisquer rodeios
será o empregado ou patrão
com os bolsos bem cheios?
(Edumanes)

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

"AO SOL POSTO"

Não encobertos pelo véu!
foi neles que descobri a verdade
nuns lindos olhos da cor do céu
nunca pode haver maldade.

A sorrir de manhã acordei,
ao descobrir a cor dos teus 
com olhos castanhos sonhei
por serem da cor dos meus.

 Foi num dia ao sol posto,
que eu vi a cor da esperança
dizem quem corre por gosto,
acredito, nunca se cansa!
(Edumanes)

Oferecido por Cristi@ne

Image and video hosting by TinyPic"

Oferta de Sandra Veneziani

Image and video hosting by TinyPic"