domingo, 11 de agosto de 2013

"NO REBENTO DO AMOR"

Carente espaço vazio!...
De tristeza se enche
Navegam os barcos no rio
Saudades o coração sente

Clara das nuvens caída
 Na terra barrenta, tanta
Água pura por Deus benzida
Bebida na Fonte Santa.

De preconceitos despida
Deitada na cama a sonhar
Debaixo do seu vestido de chita
A beleza com ela morar.

O jardineiro dela cuidar
Dentro de um canteiro
No jardim uma flor
Se o enxerto pegar
No rebento do amor.

Junto ao coração coloca a cabeça
Nos braços dela adormece
O amor nunca sossega
Mesmo a dormir mexe...mexe!
(Eduardo Maria Nunes)

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

"GOTÍCULAS"

Causado pelo desleixo
Tropecei cai no chão
Por causa de um sexo
No nariz fiz um arranhão.

A caminho do restaurante
Pus o pé em cima duma formiga
Fez uma barulheira gritante
Tive pena dela coitadita.

 Se queixava de uma perna
As outras muito aflitas
Corri à farmácia e trouxera
De álcool umas gotículas.

Tenho que ter mais cuidado
Para não bater com a penca
Depois do curativo realizado
Foi perdoado da encrenca!
(Eduardo Maria Nunes)

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

" A LUA E AS ESTRELAS"

Uma rosa no jardim...nascida na roseira!
O sol desapareceu, o dia  não chegou ao fim
A lua e as estrelas...tudo criado pela natureza
A brilhar no céu continuarão, acredito que sim
Até o sol no dia seguinte dar à terra claridade.
De tantas coisas boas que há no mundo...
Impedidas de serem usufruídas pela ruindade
Em vez de activo está ficando moribundo,
 Pela ganância, não assumem responsabilidades
  Da tristeza continuidade...desconhecido futuro
 Caminhar no escuro, aumentam as dificuldades!
(Eduardo Maria Nunes)

domingo, 4 de agosto de 2013

"CALOR HUMANO"

Escrevi estas palavras
Não sou poeta nem escritor
Quem chora por amor
Dos olhos deita lágrimas!

Sincero, toda a vida desejado
Nos lábios um beijo gostoso
Calor humano, abraço apertado
Amor sincero verdadeiro tesouro!

Há no mundo tanta confusão
 Não consegue a paixão controlar
Mas com a inércia força da razão
Tudo o amor, no mundo, faz girar!

Do que tudo tem na vida mais valor
Amizade, saúde, paz e liberdade
Não há alegria sem amor
Sem amor não há felicidade!
(Eduardo Maria Nunes)

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

"GUIADO PELO DESTINO"

 Uma visão estranha
Surgiu na noite escura
De certa maneira risonha
Trazia carinho e ternura.

Rigorosamente, bem sucedida
De composição alta milagrosa
Calor que aquece sem lenha ardida
Contentamento da vida harmoniosa.

Guiado pelo destino, nunca perdido
Pelas coisas boas que a vida tem
Sem desprezo neste mundo vivido
Olhai o que esperança contém!

Ansiosamente,  se aguarda
Com esperança e fé, quero beber
Da nascente para a fonte a correr
 Entre rochedos, água pura clareada!
(Eduardo Maria Nunes)

Oferecido por Cristi@ne

Image and video hosting by TinyPic"

Oferta de Sandra Veneziani

Image and video hosting by TinyPic"