segunda-feira, 30 de abril de 2012

"MANHÃ PRIMAVERIL"

Lá estava sempre airosa,
seguindo os desejos do coração,
 escrevia, poemas, versos e prosa
poesia ser sua, verdadeira, paixão...
De relevante beleza, charmosa
famosa manhã de primavera, 
já se via do dia a luz brilhante,
que a vida, a mesma luz inflama,
Nuvens no céu não se viam...
Horizonte, claridade que relampeja ,
olhos, lindos, brilhantes descobriam,
o desejo no peito a cada instante,
as nuvens que o sol não escondiam.
A flor que no campo ou no jardim floria
uma rosa, ainda, em botão na roseira,
como todas as outra, livre, crescia
junto dela numa, feliz, brincadeira...
Um casal de jovens namoriscando permanecia,
em lugar algum, vazio, não se esconde.
A dor que desatina, não tinha...felicidade sentia,
como o amor, que nasce não sei onde
nascerão as saudades de um bem.
Destas artes coração não estar longe
a lealdade que o amor contém,
para não se deixar iludir por um engano doce
que possa vir nos ventos do além!
(Eduardo Maria Nunes)
Simone MartinS2 diz:
"Esta rosa de tão feliz que estava.
Via teu mundo reinado em poesias.
Mas como todo conto de fadas,
existia também um vilão.
Que a rosa fizera sofrer um dia.
A rosa chorou tuas lágrimas,
por sentir-se tão ofendida.
Fechou-se em eterno botão.
Jurou nunca mais ouvir ou ver
aquele tal vilão, que um dia
magoando-a, a fez sofrer, se fechar
na solidão de teu ser...agora em botão"
http://abuscadia.blogspot.pt/
Eduardo Maria Nunes, respondeu:
Rosa, não deixes tuas pétalas ferir,
não te feches eternamente,
ainda agora começaste a florir,
o vilão teu perfume no corpo sente,
de algum modo te impedir,
de cresceres livremente.
Nesse jardim que ele quisera
colher-te finalmente,
quando começaste a desabrochar
da rosa se aproximou
pensando a poder podar
mas a rosa em botão se fechou!
Simone MartinS2 diz:
Somente tu jardineiro zeloso,
que cuida com tanto carinho
de teu jardim, tão charmoso.
Fazer a rosa feliz e desabrochar de novo!
http://abuscadia.blogspot.pt/

sábado, 28 de abril de 2012

"DE LÁGRIMAS INUNDADO!"

Se evaporou na lida insana,
no tropel de paixões se arrastava,
de encontros sois a mente ufana.
Ao encontro do amor se curvava,
enfeitiçado pela beleza (feminina) humana,
em prosa e verso faz louco intento,
quando, feliz, junto de quem, muito, ama
sempre atrás do amor corria...
Não se lembrando onde deixou a saudade,
da fogueira esperança apagada sofria,
ouvia o som, fantástico, da realidade,
ao acordar, em seus ouvidos, zumbia!
a real juventude sem maldade...
Recordações que não pretendia esquecer,
apesar da ansiedade em que vivia...
Triste quase não conseguia adormecer,
sua vida, pouco a pouco, se transformaria num inferno?
Daquele amor insensato, que ao seu não corresponder,
das inúmeras tentativas sem sucesso,
amor, por amor sofrer!
(Eduardo Maria Nunes)

quinta-feira, 26 de abril de 2012

"TRISTE REALIDADE!"

Lágrimas, as não sustinha,
corriam-lhe pelas faces sem parar!
A chorar pela estrada fora, à tardinha,
triste...seguia  para o seu destino encontrar,
não sabendo para onde caminhar,
estaria perdida uma menina?
Inocente que alguém a procurar,
pelos arrogantes desejos do prazer,
promessas e mentiras de abusadores,
que conseguem convencer.
São julgados vencedores?
Para onde a levaram ninguém saber,
crimes cometidos, sem provas, ficam impunes,
muitos dos seus autores...
Das muitas investigações que ficam por esclarecer,
quem os seus desaparecidos pretende localizar,
não serem apenas queixumes...
Aqueles que pretendem fazer acreditar,
com as suas filosofias dão a entender,
que ficou por dizer a verdade!
As leis são feitas para não se perceber,
porquanto, não respeitam a dignidade!
(Eduardo Maria Nunes)
Sônia Amorim diz:
Dura realidade que afeta nosso dia a dia,
acontecimentos que tiram nossa alegria,
e deixam rastros de sofrimento por caminhos sem fim,
onde estará a punição, pra gente que não merecem nem mesmo
perdão, a vida é um dom, e ninguém tem o direito de a apagar
qualquer brilho que seja dos olhos de alguém, muito menos
a vida tirar sem sentir remorso ou sofrer as consequências,
e como saber quem é o culpado? Se tudo está errado,
até mesmo a forma da lei descrever as tristes
histórias que acontecem no nosso dia a dia!
http://escritorauniversoparalelo.blogspot.pt/
Felisberto Júnior diz:
"realidade é como o mundo é", ou realidade é aquilo
como as coisas são"...Por isso, é necessário questionar,
criticar os acontecimentos de forma mais racional,
Deixar de enganar a si, de aceitar como verdadeiro o que é fictício,
inválido. Aceitar a realidade que, apesar de ser sofrível
o curto prazo, é o elixir de serenidade e a paz interior...
http://felisjunior.blogspot.pt/
Simone MartnS2 diz:
"Existem varias as formas de se sentir esses desaparecimentos,
seja por maldade de alguém ou por necessidade de se magoar alguém.
Pessoas de coração impuro, alma negra e sem o amor de DEUS,
é que por muitas vezes, sente-se ameaçados por outras pessoas,
que na verdade, só querem o bem. Mas o ser humano é difícil
 de entender, se ama demais, és louco, insano...Se finges
nada sentir, és egoísta, insensível...Vai entender não é mesmo?
Mas quanto a maldade, somente aqueles de coração impuro
é que desejam o mal para alguém.
http://abuscadia.blogspot.pt/
Sónia M diz:
Somos negros, tão negros...
Nossos olhos nada  vêm , são vesgos...
Nossa pele nada sente
Nossa mente, demente!

Menina linda, inocente...
Cujo brilho do olhar
alguém cobarde tristemente
um dia te quis roubar!

E a justiça divina...
Que parece sempre tardar...
http://soniagmicaelo.blogspot.pt/

segunda-feira, 23 de abril de 2012

"O NINHO E A FLOR DA SAUDADE"

Pelo caminho do destino,
com esperança e fé, a caminhar
de felicidade chorando e sorrindo,
para a paz ao mundo inteiro levar...
Batem as asas de medo, os passarinhos,
exalando o perfume das flores que paira no ar,
Fazem na flor da saudade, os seus ninhos,
dialogando, para guerras evitar, e ódio não haver
leva carinho e esperança, não poder parar,
para ver as crianças, felizes, a brincar e a correr,
com os livros na sacola,
para a escola a caminhar.
Onde vão aprender a ler e a escrever,
para mais tarde outras crianças poderem ensinar.
O fim desse caminho desconhecer...
longe ou perto, não saber quando lá irá chegar.
Nesse infinito caminho, árvores que sacode o vento,
as folhas que no vasto império irão pousar,
no caminho do destino se perdeu o sofrimento,
que ninguém mais o vá encontrar
(Eduardo Maria Nunes)
Simone Prado diz:
Que a paz reine sem guerras e conflitos se perder.
Que os passarinhos livres, sem as trancas das gaiolas,
possam voar, levando o perfume das flores por onde passarem.
Que a esperança de um mundo melhor nunca nos abandone
e nem que deixemos de fazer cada um a sua parte.
Que a ira, a cólera esteja longe da humanidade,
que já anda perdida numa eterna busca interior.
Quando vezes se tem de tudo e não se dá nenhum valor...
http://monsoresprado.blogspot.pt/
Simone MartinS2 diz:
"E se assim, segur a vida,
Todos irão ficar felizes.
Pois não haverá mais tristeza,
em nenhum coração de criança.
Pássaros cantarão suas melodias,
e as flores desabrocharão,
todos os dias...!"
http://abuscadia.blogspot.pt/
Sônia Amorim diz:
Nesse ninho de aconchego e carinho,
nenhum passarinho quer sair de lá,
para plantar flores pelo caminho,
eles levam no bico sementes que espalham no ar,
a cada galho pousado, é achado mais um ninho
para encher de passarinhos o nosso imenso céu azul,
e com toda flor que surgir e encher o ar de perfume
para dar mais vida e beleza aos olhos de quem puder enxergar ,
a magia da natureza, esta livre
para quem quiser por ela se apaixonar,
Entre ninhos e passarinhos cada sonho se torna real
como a beleza de cada flor,
que traduz o amor em rimas e versos para sonhar!
http://escritorauniversoparalelo.blogspot.pt/
Simone MartinS2
Você realmente é um,
otimo jardineiro, pois
protege, acolhe e cuida
de todas as tuas rosas,
flores...Somos todas gratas
e felizes por poder semear
e desabrochar em teu jardim.
http://abuscadia.blogspot.pt/

sexta-feira, 20 de abril de 2012

O VÉU QUE ME COBRIA.

O véu que me cobria,
trazia uma névoa fina,
transparente,
desnudando minha alma.
Mostrava minha silhueta,
descortinava meus olhos,
deslizava suavemente pela minha face,
a trazer para mim a pureza do eterno amanhecer.
dentro de mim, foi como água viva a correr,
o aroma suave da vegetação.
Aquele cheiro te terra molhada,
o perfume das flores,
a madrugada.
Sabia que a noite se retirava,
para que os raios de sol se achegasse,
e me encantasse, me acordando de um sonho profundo,
que por hora pensava ser eterno.
De um dia que raiava, como a dizer pra mim:
Acorda! Vem bailar no jardim!
Seja rosa perfumada a exalar,
deixe seu perfume contaminar,
deixa suas pétalas curar por onde passar.
Os raios que me aqueciam desfizeram de dentro de mim,
o frio que eu sentia.
Reluziram minha pele e pude deixar cair o véu que me cobria.
Não estava mais vazia, em meu interior transbordou a alegria,
levantei-me e ao chão deixei o véu cair.
(Simone Prado)
http://monsoresprado.blogspot.pt/
Eduardo Maria Nunes diz:
O véu que deixou cair ao chão,
com ele protegia sua pureza,
numa especial ocasião,
para esconder a sua elegante beleza.
Esbanjava desejo e felicidade,
como água livremente a correr,
alegria e ansiedade,
de tudo o que lhe estava a acontecer,
seria sonho ou realidade!
Suave como lâmpada sagrada,
reinava a noite escura; luz do dia
sabia que a noite se retirava,
bem vinda como a luz da madrugada.
Beleza igual à sua, por perto, não via
porque espalhava em seu rosto uma luz santa,
que a encantava, e a prendia,
do olhar que se aproxima e a encanta,
reparava doce amiga, lindos olhos alguém dizia.
No perfume, das flores, que em seu corpo pranta,
ao deixar cair o véu que a cobria,
reluziu em seu corpo formosura tanta,
nos lábios dançava um sorriso de alegria.
Sônia Amorim diz!
Que delicia de poesia,
a gente ler bailando e cantando
Sônia Amorim, estas palavras escrevia,
quando estava comentando.
Eduardo Maia Nunes, convidar:
Amiga entra, novamente, no baile,
por você estamos esperando,
lá fora está frio trás o xaile
que na sala, também, está resfriando,
não deixes para mais tarde,
vem depressa trazer teu calor humano.
Aqui serás recompensada,
pelo teu valor e relevante sabedoria,
serás com mérito, merecido, louvada,
 lindos versos, em poesia, escreves com firmeza
agora com esta minha prosa terminada,
Obrigado minha amiga, pela tua gentileza.
Sônia Amorim diz:
Com esta música que me embala,
ao som dos seus versos venho sem demora,
não quero o frio que está lá fora,
se o véu que caiu no chão vier me tocar,
eu me enrolo com ele e tento me abrigar do frio que aqui esta,
o calor dos amigos venho buscar,
para alegrar meu sorriso e nesse espaço eu hei de sempre estar,
conte comigo sempre que precisar,
em versos eu respondo o seu poetar
para embelezar ainda mais o jardim
que desejei ser para sempre o meu segundo lar!
http://escritorauniversoparalelo.blogspot.pt/

quinta-feira, 19 de abril de 2012

"JARDIM DOS SONHOS"

Construído nas flores a pensar,
carentes, da clorofila, seguiram atrás de um sonho lindo,
que nesse jardim, muitas o foram encontrar, 
vê-las na luz dolente do sol-posto
e nas suaves tintas da manhã, abrindo...
Juntas ao jardineiro, que a todas sabe podar,
ao sol, ao vento  e ao frio, vão resistindo,
exalam um sabor misterioso, da agreste solidão,
distantes cânticos de aves ouvindo,
no jardim dos sonhos...
As cores tintas das flores,
da terra brota a flor, que no ar a cor expira,
seminuas, ao amoroso calor do dia,
alegram as paisagens de várias cores,
exalam nos visitantes o perfume da galhardia.
Nos campos, verdejantes, outras a nascer estarão,
de aspecto calmo e azulado  pastoril.
Com o nascer do sol brilharão, 
nas pétalas gotas de orvalho, das noites de Abril,
o vento nas folhas, zunir.
A flor pelo tempo engrinaldada,
que o sol da primavera, a todas faz florir.
(Eduardo Maria Nunes)
Sônia Amorim diz:
O sonho só é possível se nesse jardim a flor se enfeitar,
de belos versos que aqui sempre haverá,
acalmando o coração com a proteção que aqui encontrará,
nenhum vento, nenhum sol quente há de prejudicar,
pois com as porções mágicas o jardim todo se faz perfumar,
se tem jardineiro que se dedica a cuidar,
com palavras amigas para a flor tristinha se levantar,
fazê-la sorrir e de novo ao sol brilhar!
Nesse jardim onde as pedras se transformam em poesia
e a ventania se acalma com as mãos mágicas
de um jardineiro tão cavalheiro que aqui soube plantar!
http://escritorauniversoparalelo.blogspot.pt/

terça-feira, 17 de abril de 2012

"JARDIM DA AMIZADE!

Chegam flores, vindas, de muito longe
ao jardim da amizade, 
trazem em suas pétalas carinho
e nas folhas o verde da lealdade.
Partiram numa aventura,
no caminho por onde passaram
deixaram o aroma da verdade pura,
outras flores o exalaram,
e as seguiram até ao jardim da amizade.
Onde encontraram,
mais flores, rosas e um cravo.
Neste jardim, não só flores nele habitar,
tem outros habitantes, por eles encantado,
que passam os dias a labutar.
Os pássaros constroem os seus ninhos,
entre o ramos das árvores, protegidos do orvalho,
onde nascem os novos passarinhos.
Tocam os sinos no campanário,
avisando novos habitantes a chegar.
Crescem as flores, cantam as cigarras,
pelo chão andam as formigas
procurando sementes para armazenar.
É, assim o laborar, do dia a dia, no jardim da amizade
com a colaboração do jardineiro, esperando mais flores chegar.
(Eduardo Maria Nunes)
Sônia Amorim diz:
As flores vem de muitos lugares e trazem nas pétalas
amizade para deixar nesse jardim florescer,
flores de tidas as cores, para o dia assim transcorrer,
sabendo que aqui tem amor que acalenta, braços que a abraçam,
toque que alivia como se fosse magia, qualquer dor deixa morrer...
sentimentos que todavia, por aqui passam e deixam rastros,
de alegria, e quando percebem a companhia, aí sim,
daqui não saem mais, por que é real, é único. e o carinho
que aqui transborda, fazem flores felizes, e o cravo por sua vez
acalenta com seu perfume as flores que a cada dia mais e mais se unem!
http://quandoteencontreinempensei.blogspot.pt/
Sónia M diz:
São as sementes que o vento carrega,
que um belo cravo mima e rega...
E criam raízes, protegidas
neste jardim, tão bem cuidadas!
A amizade é essa flor perfumada,
entre sorrisos e rimas,
aqui tão bem acalentada!
http://soniagmicaelo.blogspot.pt/

domingo, 15 de abril de 2012

"O JARDIM DO DESEJO"

De pureza requintado,
o jardim do desejo, de luz e cor,
pelas mais belas flores perfumado.
Depois, da tempestade, de um intenso calor,
aqui fizeram moradia neste paraíso
 pelas mais lindas flores, habitado.
Num ambiente climatizado, para manterem o odor,
acolhimento, a nenhuma recusado.
No sossego da noite, gotas de orvalho,
em suas folhas transformadas em doce licor,
desabrochadas suas pétalas à vontade.
O vento que as tentou derrubar, não conseguiu,
aqui encontraram paz no jardim do desejo e amizade,
seu aroma pelo ar, como ave  a voar se viu...
Onde continuam lindas, floridas, em liberdade!
Bem vindas como a luz da madrugada,
a claridade do romper do dia, em todas se reflectiu, 
e se cobriram de perfume com a sua chegada,
para receberem a luz do sol, cada uma se abriu...
e toda a zona, envolvente, ao jardim, ficou perfumada.
Por ser um dos jardins, que mais lindas flores reuniu,
toda a dedicação do jardineiro foi louvada.
(Eduardo Maria Nunes)
Simone MartinS2 diz:
"O jardineiro de mãos
calejadas de tanto trabalhar
em teu jardim, conseguiu com
tuas palavras amenizar os botões,
que ainda estavam por abrir.
As rosas coloridas, agora agradecem
tamanho carinho e zelo.
Vindas das palavras tão carinhosas
deste humilde jardineiro.
Em versos e prosas ele cuida e ameniza suas dores.
E todas as rosas desabrocham
toda a vez que ele vem as suas rosas regar.
Agradecidas as rosas exalam perfumes variados
e que torna o jardineiro, mais feliz e dedicado.
Obrigada a amizade de ti jardineiro e de todas as
suas rosas, que aqui já fizeram moradia
desabrocharam em cada novo dia!!
http://abuscadia.blogspot.pt/
Livinha diz:
Saí hoje da cama
meia baratinada,
sentindo certo desconforto
por uma noite agitada
Procurando alguma coisa,
como apagar uma dor,
não sei de fato o que era
se era real ou quimera
algo como uma flor...
Talvez um novo perfume
essas coisas de mulher
como se fosse atrativo
a reforçar minha fé
e encontrei teu jardim
florido e encantador...
No teu país neste instante
tem cheiro de primavera
no meu belíssima outonal
com suas falhas amarela
me sussurrando aos ouvidos,
livinha está na hora da troca
e te prepara para a festa,
as sementes são fecundas
jamais serão morimbundas,
serão brilhos de aquarela...
Portanto aguarda menina,
logo depois do inverno,
enquanto elas congelam,
lá na tua primavera,
serão perfumes de certo...
http://livinha27.blogspot.pt/
Simone Prado diz:
Lindo tem ficado a cada dia raiar
novas amizades aqui vem se juntar.
Meu coração em flor se alegra,
superou as expectativas dessa criação.
Hoje o jardim dá frutos que se podem tocar com as mãos.
Flores sedentas de palavras se sentem aqui em casa,
algumas como a noite, outras como o sol.
Umas adormecem por um momento,
para que outras venham a brilhar.
Descobrimos outros sucessos também para nos alegrar.
Meu coração bate palmas por esse entrosamento
pois enriquece os momentos de pura inspiração.
levando ao mundo do encantamento e extrovertida animação.
http://monsoresprado.blogspot.pt/

sexta-feira, 13 de abril de 2012

"NO JARDIM DA LIBERDADE"

Neste jardim haver espaço,
para mais flores receber,
transportadas no regaço,
até o jardineiro as receber.
De outros jardins podem vir,
o jardineiro não recusar nenhuma flor,
gosta de as ver, todas, a florir, 
porquanto, ele nasceu para de flores cuidar.
A todas elas dá, importantíssimo, valor,
deste modo ser feliz, a vê-las não murchar.
As poda com todo o jeitinho,
e as rega diariamente,
sempre com o máximo cuidadinho.
São relíquias da natureza,
todas iguais nenhuma diferente,
têm perfume, cor e beleza.
Onde não tem lugar o ciúme,
todas podem crescer à vontade.
para darem a quem quiserem o seu perfume 
porque, este é o jardim da liberdade.
(Eduardo Maria Nunes)
Sônia Amorim diz:
"No seu jardim sou flor que se encanta com seu sorriso,
é tudo que eu preciso,
para não murchar e crescer...
nesse jardim há de existir muito além da dedicação,
sonhos que flores sonham pra vida toda não esquecer,
de que o jardim floresce a cada minuto com um jardineiro
que soube escolher, cada gesto de carinho, dando alegria a quem
a merecer, as flores são belas e ainda querem muito aprender,
acolhidas com jeitinho, elas deixam seus versinhos para jardineiro
saber, que nesse jardim existem flores que estarão sempre aqui,
não há vento que a leve, nem tempestade que a derrube,
a amizade existe nesse jardim onde a liberdade permanece,
a flor aqui se aquiete, para seu perfume espalhar,
na calmaria desse jardim ainda há de chegar, flores de todos os lados,
para abrilhantar, o espaço florido do jardineiro amigo,
que nos deixou semear nossa semente
para florir seu jardim e aprendermos com ele a rimar"
http://escritorauniversoparalelo.blogspot.pt/
Simone Prado diz:
Na verdade de expressar, puderas todas aqui comentar
com suas rimas e versos sem ficarem no desconexo.
Embaladas em plena reciprocidade colhendo peta-las de verdade,
no rosto o sorriso a iluminar.
Um dia plantamos uma semente, que hoje veio florescer,
levando o perfume contagiante e invadindo todo o ser.
Os homens não entenderam muito bem esse mistério
de fazerem parte desse jardim,
mas as rosas captaram e ficaram afins.
Talvez a sensibilidade das mulheres aqui ganhou espaço,
seu valor se fortaleceu no amor acolhedor. "Rima blog"
tomou seu próprio rumo,
como água que tem seu próprio curso
e por onde passa esbanja seu frescor.
Parabéns jardineiro pelo seu carinho e amor.
http://monsoresprado.blogspot.pt/

terça-feira, 10 de abril de 2012

"PARA VER O SOL NASCER"

Levantei-me para ver o sol nascer,
pelas nuvens estava encoberto,
razão por que o não deixaram ver,
caminhando  procurei o lugar certo.
No pensamento o jardim,
onde habitam as flores,
numa caminhada sem fim,
 produzindo mais calores.
será que perfumadas continuarão,
como as encontrar não saber,
algumas rosas, ainda, em botão,
só depois de floridas as poderá ver.
talvez, de água precisarão?
de secura poderão sofrer,
Jardineiro, tem coração,
 a florirem no jardim
todas sabe proteger.
(Eduardo Maria Nunes)
Simone MartinS2 diz:
Boa noite!
No dia seguinte, eis que o sol,
surgiu logo cedo.
E pelas frestas da janela,
despertou o jardineiro.
Levantou, tomou um gole de café
e saiu correndo para o jardim.
Onde fora surpreendido por uma linda rosa de cor azul intenso!
A rosa quase em botão,
ficou olhando o jardineiro.
Que com todo o cuidado,
podava suas pétalas amareladas pelo tempo!
A linda rosa azul,
ficou agradecida e exalou
um doce perfume de flor
que ao jardineiro perfumou!
http://abuscadia.blogspot.pt/
"Jardineiro" diz:
Foi correndo para o jardim!
Depois de um gole de café ter tomado,
ficou surpreendido sim...
Por linda rosa azul lá ter encontrado,
o alegraram verdes pétalas.
O jardineiro, as viu e delas gostou,
precisando ser podadas...
Logo, para o fazer se prontificou,
para mais linda e florida ficar aceitou,
tendo retirado, todas as folhas amareladas,
A rosa seu perfume nele exalou!
Sônia Amorim diz:
"Eis que essa flor tentou buscar em outros horizontes o amor,
mudou sua cor, seu perfume mais forte ficou,
no caminho encontrou um jardineiro sonhador,
dele precisou e não se importou em deixá-lo cultivar suas raízes,
regar com carinho suas pétalas coloridas,
e mesmo doloridas pela saudade, o jardineiro a fez sorrir,
mostrando a ela que ali, naquele jardim, sim, é que era o seu lugar,
onde o sol renasce a cada manhã,
sem se preocupar com nuvens que irão fazer o seu brilho apagar,
por que depois que elas passarem, radiante o sol voltará a brilhar
e a flor que se sentia triste e abandonada,
pelo seu jardineiro para sempre ficará amparada!"
http://estrelasemversos.blogspot.pt/
May lu diz:
"Jardineiro, tem coração"...
Vero! Ele prepara a terra, semeia, cuida e colhe.
Tudo feito com muito amor,
sem ele não há como ser jardineiro...
Quem não tem amor não sabe com os espinhos,
com as ervas daninhas, com as mudanças do tempo.
Portanto, jamais será capaz de cuidar de um jardim...
http://mayluescalada.blogspot.pt/
Simone Prado diz:
As rosas falam,
disso eu já sabia,
são puro sentimentos,
exalam vida no ar,
é somente vê-las cantar.
Cantam até no silêncio,
embaladas pelo vento.
Neste jardim multicor,
elas encontraram atenção e amor,
se desabrocharam com o adubo do agricultor.
Cada uma com sua cor, seu perfume, a embelezar.
ROSAS QUERIDAS PRA ENCANTAR.
http://monsoresprado.blogspot.pt/

sábado, 7 de abril de 2012

FESTA NO JARDDIM

A lua encabulada sorria meio desanimada ao olhar o jardim,
algumas rosas encantadas dançavam ao som do vento,
pensavam estar abandonadas e deixadas a seus próprios pensamentos.

Parecia que uma grande tempestade se aproximava,
o vento era forte, seus caules se envergavam,
pareciam se quebrar,
pobres florzinhas desesperadas começavam a gritar.
Socorro! Socorro! Não nos deixe aqui morrer,
o agricultor deve estar dormindo, só vir ao amanhecer.

Mas eis que o GRANDE AGRICULTOR, veio lá do alto e bradou,
fez parar o vento e a tempestade acalmou.
Logo amanheceu o dia e o jardim em alegria festejou,
alguns pares de rosas um com o outro se encantou.
Algumas foram pedidas em casamento, 
com seus pares começaram a bailar,
florzinhas maravilhadas felizes a cantar.

O jardim todo em festa,
cada um com seu encanto e cor,
felizes todos juntos,
a proclamar o AMOR.

(Simone Prado)
http://monsoresprado.blogspot.pt/
Severa Cabral (escritora) diz:
MEU CRAVO!
...meu cravo
essa flor que
se abriu no meu outono
me surpreendeu
nas minha madrugadas
se orvalhou das minhas
inspirações...
enfeitou-me
deixando-me colorida
alegrou-me minha mesa
deixando-me mais colorida
perfumou-me de odores
noite adentro...
esperando o sol nascer
por baixo daquelas péalas
para falar
palavras diversas...
http://severaescritora.blogspot.pt/
(Jardineiro - Agricultor diz)
Competente jardineiro,
suas flores agradar,
 cuidar delas ser verdadeiro,
para as não deixar machucar.
Quando pensavam se quebrar,
por causa de uma tempestade,
 florzinhas o  AGRICULTOR chamar,
correndo a grande velocidade.
Todas elas foi salvar.
Já estava outra  a chamar
Meu cravo...não me deixes só aqui ficar,
mas, cravo saber o que fazer,
para ela se dirigiu
carinhosamente, suas pétalas pegar
 e ela para ele floriu!

(Eduardo Maria Nunes)
Simone MartinS2 diz:
Boa tarde!
Cheguei na festa do jardim,
era um pouco tarde, mas enfim,
consegui arranjar um par.
Dançamos a noite toda,
sobre o brilho da Lua cheia.
As estrelas encantadas,
também felizes faziam festa!
Dançamos até o sol raiar...
O jardineiro encantado,
prolongou a festa o dia inteiro.
Mas eis que esta Rosa, já cansada.
Resolveu envergada, dormir um pouco.
Mas triste ficou teu companheiro,
que apaixonado pela rosa...
Queria dançar e dançar
o dia inteiro!
http://modosuavedeescrever.blogspot.pt/
Eduardo Maria Nunes diz:
Chegou um pouco tarde, sempre bela,
para a festa, no jardim, animar,
trazia um lindo alfinete na lapela,
dançou toda a noite até o sol raiar.
A Rosa cansada ficou,
depois de tanto dançar,
a festa no jardim terminou,
todos precisavam descansar.
Depois de tanta folia,
o perfume das flores pairava no ar,
muito feliz, de todos, até à próxima de despedia,
porque a festa no jardim mais não podia,
o jardineiro prolongar.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

"ÉS GENTE - FLOR DESTE JARDIM"?

Eduardo Maria Nunes diz:
Menina fica à vontade,
porque você livre ser.
Tem direito à liberdade,
você bem a merecer.
Escrevendo a rimar,
 as verdades, eu, dizer,
se em mim não acreditar.
Paciência, o que hei-de fazer.
Estou aqui a filosofar,
a pensar no que estou a escrever.
Quem de mim duvidar,
minha amizade mais a não merecer.
A você não me estou a referir,
porque você ser gente e flor.
Em meu jardim a florir,
espero, assim, continuar.
Eu nunca a irei despedir,
porque seu perfume me agradar,
suas pétalas quero cheirar.
Ainda antes de ir dormir, 
com elas irei sonhar.
Não podendo seus lábios beijar,
os quero ver a sorrir.
Simone Prado diz:
Quisera nos meus lábios um sorriso estar
ao invés de lágrimas em meus olhos derramar
até tento me alegrar muitas vezes
mas difícil novamente acreditar
num amor puro e singelo
que venha me alegrar
estão deixando muito a desejar
querem sexo sem compromisso
ao lugar de amar
pra isso vou caminhando sozinha 
com receio de me machucar
carácter puro
tá difícil de encontrar.
Eduardo Maria Nunes diz:
Não pretendo magoar,
nem tão pouco tua intimidade ferir.
Não penses que te estou a enganar,
porquanto não te quero iludir.
Simone Prado diz:
Iludir-me já não o posso mais,
talvez dentro de mim espere como a um rapaz
em minha mocidade,
não o príncipe, jamais...desse não espero mais.
Quero alguém maduro e capaz de despertar em mim
o que alguém um dia despertou,
mas na verdade quero um novo amor.
Amor de adulto com sabor de adolescência 
mas que não pense que tenho alguma demência 
pois perfeição saber não existir,
mas prefiro um amor gostoso que também
me faça sorrir,
Eduardo Maria Nunes diz.
Que o possas encontrar,
para fazer feliz o teu coração,
quem teus lábios de mel beijar,
que não sofre uma desilusão.
Simone Prado diz:
Se Deus assim o permitir
Ele sabe o que melhor seria pra mim
se de tudo não acontecer
de certo não deixarei de viver
vou viver pra outros horizontes
sentir outros tipos de amores
mas que não seja menos feliz
a felicidade não é somente  como se diz
nela podemos encontrar outros afetos
esquecer os desafetos.
Eduardo Maria Nunes diz:
Continuarás a viver sim,
mas nunca te esqueças
que és flor do meu jardim!
Sônia Amorim diz:
Amores vem e vão,
como as flores que caiem em semente
e continuam a brotar mais lindas flores,
assim é o amor que se vai,
ele se renova e vem com mais brilho
e faz ainda mais o coração se apaixonar,
a cada amor que foi nossa vida passar,
as flores mais se alegrarão,
e mais lindas ainda irão ficar,
e nesse jardim não há espaço pra chorar,
e sim sonhar, acreditar e cada vez mais ainda,
você! flor vai  ficar!
http://escritorauniversoparalelo.blogspot.pt/

segunda-feira, 2 de abril de 2012

PROSA

Eduardo Maria Nunes diz:
As flores lindas estão,
 as plantei no meu jardim
a minha paixão
com elas vivo feliz assim.
Simone Prado diz:
Que bom que conosco tem se alegrado
isso é como um afago
me faz sorrir também
no princípio chegamos 
fomos tratadas por ti
como um nenem
aos poucos estamos crescendo
com muito mimo e amor
seremos adultas fascinantes
e de nós verão a melhor cor
por onde passarmos haverão de dizer:
lá vai as rosas do jardim
que vem em nossa vida florescer.
Isso se dará aos méritos de um agricultor
que um dia resolveu nos dar seu amor
cuidou, regou, e hoje a semente pode colher
pois um dia nem fizemos por merecer
mas eu creio que já estava escrito
que esse jardim seria tão bonito
para quando as lembranças vierem
de nós jamais virá a esquecer
rosas plantadas em seu jardim
que um dia acabou de nascer.
http://monsoresprado.blogspot.pt/
Simone MartinS2 diz:
Bela prosa feita em versos,
sobre todas as rosas do universo.
Falam de todas com muito carinho,
Mas não falam da cor de tê-las em espinho...
Mas jardineiro e rosa, sabem bem onde plantar...
Com sementes de amor,
muitos outros jardins irão conquistar!
http://abuscadia.blogspot.pt/
Sônia Amorim diz:
"Jardim onde as flores falam,
e ainda de brinde exalam.
perfumes que marcam para sempre...
aqui estou e serei lembrada,
como roseira que dá belas rosas,
semeando versos de amor por onde passo,
e deixando embriagado esse jardineiro que só sabe mimar
as flores que aqui semeiam seus versos encantados,
para transformar esse amor,
o caminho mais lindo e amado desse poeta encantador!"
http://quandoteencontreinempensei.blogspot.pt/
Eduardo Maria Nunes diz;
"O perfume e as flores,
que embriagam o jardineiro,
oriundas dos melhores floricultores,
para este jardim, com elas trouxeram o cheiro.
Perfumadas muitos lindas continuam floridas,
cada uma em sua planta e em seu canteiro,
todas, pelo jardineiro, bem protegidas!"

domingo, 1 de abril de 2012

"AS FLORES DO MEU JARDIM"

Ao acordar de madrugada,
depois de um sonho assustador,
porque imaginava,
terem sido desfolhadas por falso pregador.

As flores do meu jardim,
momentos de aflição,
que pareciam não terem mais fim,
mas, foi apenas minha imaginação.

Do pesadelo libertado,
o sonho que atormentava,
depois de acordado,
no jardim, em suas flores pensava.

Melhor será esquecer,
afastá-lo do pensamento,
não querendo dele mais saber,
aliviado da dor e sofrimento.

Saudades, poderá ou não ter,
aquele sonho ser ilusão,
deixará de sofrer
quando sararem as feridas do coração

(Eduardo Maria Nunes)
Simone Prado diz:
Foi apenas um sonho disso tenho a certeza,
suas rosas ninguém causará dano
ainda que algumas um dia se percam do seu jardim.
Espero que também nunca venhamos a ficar sem o jardineiro
a nos cuidar. Fique bem calminho a nos alegrar,
mas ficou lindo o poema nessa versão,
mas não deixe que seu sonho se perca não
http://monsoresprado.blogspot.pt/
Sônia Amorim diz:
"Se depender de mim, serei a mais duradoura rosa do seu jardim...
Serei aquela que com gotas de orvalho se abre a cada manhã
mais cheia de perfume e cheia de vida,
pra estar aqui entre versos e poesias,
dedicando ao jardineiro minha mais fiel companhia!"
http://escritorauniversoparalelo.blogspot.pt/
Sônia M diz:
Onde a brisa me acaricia
dança comigo a poesia
neste jardim onde me afagam.
Pesadelos tristes que a noite amargam
A claridade afasta as brumas,
Trás a magia às palavras.
Entre os versos a companhia
Sem dor...sem saudade
Apenas o perfume das flores,
e da mão que as cuida...desperta o dia!
http://soniagmicaelo.blogspot.pt/
"Jardineiro" diz:
No meu jardim recebi.
Sônias, que são gente e são flores.
São das mais lindas que já vi.
 Perfumadas, procurando seus amores?

Oferecido por Cristi@ne

Image and video hosting by TinyPic"

Oferta de Sandra Veneziani

Image and video hosting by TinyPic"